31 C
Três Lagoas
sexta-feira, 26 de novembro, 2021
InícioNotíciasEducaçãoImplantação de escolas Cívico-Militares é bem aceita em Três Lagoas

Implantação de escolas Cívico-Militares é bem aceita em Três Lagoas

Empresário fez um comentário em sua página do facebook e ganhou muitas mensagens de apoio e elogios pela ideia

O empresário Hélio Morales Leal postou um comentário em sua página do Facebook que está ganhando muita repercussão, inclusive até do vereador e médico, Cassiano Maia, presidente do legislativo três-lagoense.

Morales observou que em Três Lagoas existem prédios ociosos ou subutilizados. Ele citou como exemplo as antigas instalações do SESI, que segundo ele estão deteriorando, como também o prédio localizado na Avenida Capitão Olinto Mancini, pertencente à UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), que está com pouco aproveitamento.

Hélio Morales Leal

Ele exemplificou que o Governo Federal está anunciando a criação de mais escolas com disciplina militar e Três Lagoas tem a estrutura ideal para receber essas unidades. “Temos nosso quartel do exército próximo destas instalações. Seria magnífico termos ali uma escola básica federal. Tudo se encaixa! Resta nossas lideranças políticas voltarem suas atenções e esforços para darmos aos nossos jovens, principalmente de baixa renda, um ensino de qualidade.”

OPORTUNIDADE

Para o empresário as instalações dessas unidades de ensino poderão dar oportunidade aos jovens no mercado de trabalho, e em condições de igualdade aos demais advindos de instituições privadas. Só a boa educação promove justiça social”, opinou Morales.

O post recebeu várias mensagens de apoio à ideia, inclusive do presidente da Câmara, Cassiano Maia. Que agradeceu a oportunidade de dividir experiências e entendimentos na mídia social. Maia garantiu que vai protocolar junto ao Governo Federal o interesse da Câmara Municipal de Três Lagoas nas escolas básicas Federal. “Farei já na próxima sessão”, prometeu.

ESCOLAS CÍVICO-MILITARES

A escola no qual Morales se refere é o Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares (Pecim), que foi lançado em setembro de 2019 e tem como meta implantar em 216 escolas de todo o país até 2023. Essa é a expectativa do Ministério da Educação (MEC).

O programa, que é uma parceria entre os ministérios da Educação e da Defesa, está em fase de implantação em 74 instituições de ensino. No ano passado, ele foi introduzido em 53 escolas.

A adesão ao Pecim é voluntária, mas as escolas precisam manifestar interesse junto à Secretaria de Educação. Nos colégios, os militares atuam no apoio à gestão escolar e educacional, enquanto professores e demais profissionais da educação são responsáveis pelo trabalho didático-pedagógico. Os benefícios desse modelo têm como objetivo contribuir para a melhoria da Educação Básica.

Comentários
MATÉRIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Este Conteúdo é protegido! O Perfil News reserva-se ao direito de proteger o seu conteúdo contra cópia e plágio.