16/02/2018 14h10

Segundo assessoria, a unidade começa a funcionar em março e vai usar subproduto dos próprios frigoríficos

Redação

Deve entrar em operação em março, em Campo Grande, uma indústria que produzirá ingredientes para nutrição animal de alto valor agregado. A planta é do grupo JBS, que investiu nos últimos dois anos cerca de R$ 40 milhões na criação de uma nova empresa.

O uso da alta tecnologia e inovação vai transformar coprodutos da cadeia de produção de proteína animal em plasma e hemácias em pó. Como a unidade é automatizada, serão empregados apenas 16 funcionários em três turnos.

Segundo a JBS, a unidade instalada em uma área de 4 mil metros quadrados na capital de Mato Grosso do Sul, vai estar entre as mais modernas do mundo neste tipo de procedimento e produzirá ingredientes para as fábricas de rações para aves e suínos da companhia, atendendo 100% da demanda.

A planta terá a capacidade de produzir cerca de 550 toneladas de hemácias em pó e 200 toneladas de plasma em pó por mês. Esses insumos podem compor de 2% de a 6% das rações. Antes, o subproduto era vendido para uma indústria manufaturar a matéria-prima e, então, revendido para JBS produzir os produtos em pó.

“Campo Grande foi escolhida em função de Mato Grosso do Sul ter participação relevante na produção nacional de bovinos e, portanto, na geração de coprodutos”, explica Nelson Dalcanale, presidente da JBS Novos Negócios. Dos bovinos abatidos, 38% correspondem a coprodutos – entre eles plasma e hemácias em pó. “O nosso foco com a JBS Feed Solutions é o atendimento às necessidades das próprias empresas do grupo no mercado nacional”, completa o executivo.

A JBS Novos Negócios reúne as operações que estão relacionadas de forma direta e indireta com o core business da companhia. Essa unidade de negócio transforma os coprodutos do processamento da carne bovina, suína e de frango em produtos de alto valor agregado, gerando valor à JBS e contribuindo para métodos de produção mais sustentáveis de todo o grupo.

*G1

Fábrica da JBS em Campo Grande (MS) vai produzir insumos para rações de aves e de suínos (Foto: Reprodução/TV Morena)

Comentários