25/04/2013 15h43 – Atualizado em 25/04/2013 15h43

Só em Campo Grande são 10,3 mil pessoas nesta situação, diz TRE. Prazo para evitar perda do título de eleitor termina nesta quinta-feira.

Da Redação

Por não votarem nem justificarem a ausência nas últimas três eleições, 25,6 mil eleitores podem ter o título cancelado em Mato Grosso do Sul, segundo dados do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) contabilizados até quarta-feira (24). Só em Campo Grande são 10,3 mil.

Sem o documento, o eleitor fica impossibilitado de realizar procedimentos como matrícula em universidade pública, retirada de passaporte, obter carteira de identidade, regularizar inscrição no CPF, posse em concursos de órgãos públicos e contrair empréstimos em instituições financeiras governamentais.

O prazo para regularizar a situação termina nesta quinta-feira (25) e quem não procurar um cartório eleitoral para resolver a pendência terá o título cancelado, de acordo com o TRE.

ORIENTAÇÃO

Para evitar a perda do título basta comparecer a um cartório com documento oficial com foto e título eleitoral em mãos, além de comprovantes de votação, de justificativa eleitoral e de recolhimento ou dispensa de recolhimento de multa.

No interior, o funcionamento será das 12h (de MS) às 18h. Em Campo Grande, é preciso se dirigir a Central de Atendimento ao Eleitor ou os Postos de Atendimento, chamados de “práticos”, que ficam nas proximidades dos terminais de ônibus Guaicurus, Aero Rancho e General Osório. Nestes, o horário de funcionamento é das 8h às 14h.

(*) Com informações de G1 MS

Comentários