29/09/2015 11h38 – Atualizado em 29/09/2015 11h38

O presidente da FIEMS acredita que com a valorização da indústria é possível superar a crise

Assessoria

Mais fomento para o segmento da confecção e valorização da indústria da moda em Mato Grosso do Sul foram apontados pelo presidente da Fiems, Sérgio Longen, durante a abertura da Semana da Moda no Sebrae/MS, nesta segunda-feira (28/09). O evento, que é realizada pelo Sebrae/MS na sua sede em Campo Grande (MS), prossegue até quarta-feira (30/09) com oficinas sobre diversos temas, bate-papo com empresários, desfiles, clínica tecnológica e a Casa Bazar, além de palestras com Jum Nakao, Ronaldo Fraga, Marcelo Dória e Tatiana Souza.

Sérgio Longen defendeu que a indústria local seja prestigiada tanto pelo comércio, quanto pelo Governo em suas compras. “Entendemos que o segmento já é pauta no Governo e temos de buscar alternativas, principalmente, na questão dos tributos para que seja possível o resgate da moda de Mato Grosso do Sul. Temos de buscar caminhos para valorizar a indústria local e que seja possível evoluir nessa situação, superando a crise com trabalho e competitividade”, declarou.

O diretor-superintendente do Sebrae/MS, Cláudio Mendonça, destacou que o evento visa aproximar indústrias do varejo como uma forma de fomentar os negócios dentro do Estado. “Estamos mostrando que em Mato Grosso do Sul temos boas indústrias com capacidade para boa produção. Neste evento, temos mais de 32 ações com palestras e oficinas, todas para levar a indústria, o comércio e os serviços de Mato Grosso do Sul à frente”, declarou.

Representando o presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae, Edison Araújo, o conselheiro Adeilton Feliciano do Prado, pontuou que o evento estimula os pequenos negócios e valoriza a produção local. “Neste momento da economia a união é fundamental e este evento demonstra a união para acompanhar o mercado e vender mais”, disse.

O secretário estadual de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, Jaime Verruck, lembrou que o Governo do Estado lançou o Propeq (Programa Estadual dos Pequenos Negócios), que permitiu desenvolver diversas atividades e conseguiu inserir a discussão no âmbito do Estado, bem como capacitar os pequenos. “Temos de fortalecer o comércio e a indústria para conseguirmos a marca da moda de Mato Grosso do Sul. Para isso, precisamos de um principal insumo que é a capacidade empreendedora e, por isso, temos de incentivar”, declarou.

Para o presidente do Sindivest/MS, José Francisco Veloso Ribeiro, a Semana de Moda apresenta a evolução no trabalho desenvolvido pelas indústrias do vestuário do Estado. “É um espaço para as empresas apresentarem seus produtos e buscarem novos mercados sempre com a melhoria dos produtos. O interessante é que envolve toda a cadeia produtiva e logística para conhecer a indústria da moda de Mato Grosso do Sul e gerar mais negócios e empregos”, pontuou.

O presidente do Sindical/MS, João Batista de Camargo Filho, também salientou a importância do evento. “É fundamental para fortalecer e trazer a integração com o comércio e assim poder ampliar os negócios abrindo novas frentes”, disse. O diretor-regional do Senai, Jesner Escandolhero, e o superintendente do Sesi, Bergson Amarilla, também participaram do evento de abertura.

SENAI

Os empresários da indústria do vestuário terão a oportunidade de desenvolver o mercado e impulsionar seus negócios durante a Semana da Moda. Nos três dias do evento, o Senai pretende mostrar os serviços de modelagem, corte, criação, além de promover um bate-papo empresarial sobre custos e produtividade.

Segundo a coordenadora do CTV Empresa (Centro Tecnológico do Vestuário) do Senai de Campo Grande, Ivana Jambersi, a Semana de Moda servirá para mostrar como funciona uma indústria de confecção em Mato Grosso do Sul, contemplando o desenvolvimento de coleção, modelagem com CAD, Audaces e Ploter, além de corte, que apresentará a mesa com corte manual e vídeo com corte tecnológico.

“Todas as empresas podem ter resultados, conhecimento concreto e informação tecnológica de como melhorar o seu processo industrial, conhecendo algo novo ou visualizando outras etapas do processo dentro da empresa”, declarou Ivana Jambersi.

O evento será uma oportunidade de fortalecer o setor sul-mato-grossense de confecções e aproximar as indústrias do vestuário, além de incentivar que empresários invistam na aquisição de produtos locais. “Temos uma grande variedade de produtos, podendo ofertar alfaiataria, moda em malha, fitness, underwear, uniformes e outros. Além disso, nossos produtos atendem tanto em qualidade, quanto em volume”, declarou.

(*) FIEMS

O presidente da FIEMS Sérgio Longen durante discurso, na abertura da Semana da Moda no Sebrae/MS. (Foto: Assessoria)

Comentários