03/05/2016 17h44 – Atualizado em 03/05/2016 17h44

Maioria do Conselho de Ética votou a favor da cassação de Delcídio

O parecer do relator vai agora para a CCJ (Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania), onde será analisado e votado em um prazo de até cinco sessões ordinárias

Ricardo Ojeda

Na tarde desta terça-feira, os membros do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar do Senado votaram favoravelmente para a cassação do mandato do senador sul-mato-grossense, Delcídio Amaral (Sem partido). No total 13 senadores que compõem o Conselho de Ética e Decoro Parlamentar do Senado seguiram o posicionamento do relator, Telmário Mota (PDT-RR). O senador Romero Jucá, (PMDB-RR) se ausentou, enquanto o O presidente do colegiado, João Alberto Souza (PMDB-MA), se absteve de votar.

Opinaram pela cassação os senadores José Pimentel (PT-CE), Regina Sousa (PT-PI), Lasier Martins (PDT-RS), Paulo Rocha (PT-PA), Otto Alencar (PSD-BA), Sérgio Petecão (PSD-AC), Davi Alcolumbre (DEM-AP), Ataídes Oliveira (PSDB-TO), Dalirio Beber (PSDB-SC), Randolfe Rodrigues (Rede-AP), João Capiberibe (PSB-AP), Douglas Cintra (PTB-PE) e Telmário Mota (PDT-RR).

*Com informações da Folha



Comentários