04/04/2018 15h47

Ex-presidente tenta evitar prisão após ser condenado em segunda instância no caso do triplex em Guarujá (SP)

Redação

Manifestantes contrários e a favor de uma eventual prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fazem protestos pelo país nesta quarta-feira (4), dia em que o Supremo Tribunal Federal (STF) retoma o julgamento do habeas corpus preventivo apresentado pela defesa do petista.

Os atos pró-Lula são registrados no Distrito Federal e em quatro estados: Alagoas, Bahia, Piauí e Santa Catarina. Manifestantes contrários à concessão do habeas corpus, por sua vez, se reúnem no DF.

Condenado em segunda instância a 12 anos e 1 mês de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex em Guarujá (SP), Lula tenta evitar sua prisão. O julgamento, iniciado no dia 22 de março, foi retomado às 14h desta quarta pelo plenário do STF.

Em Brasília, a Secretaria da Segurança Pública do DF estima 3.300 manifestantes no gramado central da Esplanada dos Ministérios, sendo 2.300 a favor de Lula e 1.000 contra o petista. O gramado foi dividido por uma grade de contenção, a fim de separar os atos.

Em Maceió, integrantes de movimentos sociais e partidos políticos se reúnem na Praça Marechal Deodoro, no Centro, para manifestar apoio a Lula. De acordo com a organização, há 400 pessoas no local.

Em Florianópolis, cerca de 600 apoiadores de Lula fazem uma vigília em frente ao prédio da Justiça Federal, no Centro, de acordo com o PT. O estado também registra protesto a favor do ex-presidente em Lages, na Serra Catarinense.

Em Teresina, cerca de 300 manifestantes fizeram um protesto de apoio ao ex-presidente, convocado por entidades sindicais e movimentos sociais. A estimativa de público é da organização do ato.

Em Salvador, cerca de 50 manifestantes se reúnem no Campo da Pólvora, em frente ao Fórum Rui Barbosa, no bairro de Nazaré. No interior do Bahia, integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) bloqueiam trechos de duas rodovias: da BR-101, na altura da cidade de Wenceslau Guimarães, no sul do estado; e da BR-407, em Ponto Novo, no norte.

*G1

Ato de apoio a Lula na Esplanada dos Ministérios, em Brasília (Foto: Dario Oliveira/Estadão Conteúdo)

Comentários