É a primeira adolescente a sucumbir à doença no Estado; ela não tinha nenhuma comorbidade relatada

Uma adolescente de apenas 15 anos morreu ontem, 20, de Covid, em Campo Grande, e é a vítima mais jovem da doença no Estado.

O anúncio foi feito durante a live da Secretaria de Saúde, transmitida pelas redes sociais hoje. A menina não tinha nenhuma comorbidade relatada e a Secretaria de Saúde abriu investigação para verificar se ela desenvolveu uma síndrome rara, chamada Síndrome inflamatória multissistêmica pediátrica, associada à Covid-19.

A SIM-P ocorre em dias a semanas depois de uma infecção aguda pelo SARS-CoV-2. Suas manifestações clínicas são semelhantes à doença de Kawasaki, à síndrome de choque associada à síndrome de Kawasaki, à síndrome de ativação macrofágica e à síndrome de choque tóxico.

A menina vivia no Jardim Morenão, teve os sintomas agravados no dia 19 de outubro, foi internada e faleceu ontem.

Comentários