Miguel Yoneda morava em Ponta Porã, mas atendia também no Hospital da Vida em Dourados e morreu hoje de madrugada, no HU

CAMPO GRANDE NEWS – Miguel Yoneda, 74 anos, é o primeiro médico morto pelo novo coronavírus em Mato Grosso do Sul. Miguelito, como ele gostava de ser chamado, morreu na madrugada desta quarta-feira (1º) no HU (Hospital Universitário) de Dourados, a 233 km de Campo Grande.

Na UTI há vários dias, Miguel Yoneda era um dos seis médicos infectados pelo novo coronavírus que estavam hospitalizados em Dourados, epicentro da doença em Mato Grosso do Sul com 1.536 casos positivos e 23 mortes até ontem.

Morador em Ponta Porã, Miguel Yoneda atendia na cidade fronteiriça e também no Hospital da Vida, em Dourados, onde vários profissionais de saúde já foram infectados pelo coronavírus.

Nas redes sociais, pessoas que conheciam o profissional lamentaram a morte de Miguel Yoneda. “Acordei com a notícia que eu temia receber. Perdemos o doutor Miguel Yoneda. Quem o conheceu sabe exatamente o que sinto nesse momento. Médico que amava o que fazia, amava o pronto-socorro”, escreveu Alessandra Costa.

“Descanse em paz, grande perda para nós, excelente médico, digno de respeito, mais um guerreiro vencido pela covid-19”, afirmou Caroll Marcela.

Comentários