04/11/2015 08h33 – Atualizado em 04/11/2015 08h33

O governo do Estado terá um déficit de R$ 600 milhões no Orçamento do ano que vem, segundo o secretário de Fazenda, Márcio Monteiro. Por causa disso, tenta aprovar na Assembleia Legislativa um pacote de ajustes para amenizar a situação, já que a ideia é arrecadar R$ 296 milhões com aumento de impostos de produtos supérfluos. No entanto, os empresários não querem dar a sua cota de contribuição alegando um reflexo negativo nas contas. Resta agora os deputados estaduais desatarem esse nó.

TU MESMO

O deputado federal Zeca do PT é visto como o nome do Partido dos Trabalhadores para concorrer à prefeitura da Capital nas eleições de 2016. No entanto, quem vê essa possibilidade não é aquele que vai à urna no pleito do ano que vem, mas, sim, o presidente do Diretório Regional do partido, Antônio Carlos Biffi. E nem poderia ser diferente. Afinal, ele assumiu essa posição com a missão de reerguer a sigla em Mato Grosso do sul após os desgastes com os problemas de corrupção que o PT vem enfrentando no plano governo federal. Uma bomba é explodida a cada dia.

TIROTEIO

Pelo jeito, o depoimento da vereadora Luiza Ribeiro (PPS) ao Gaeco causou muitos estragos à política da Capital. Até o ex-governador André Puccinelli (PMDB) foi de embrulho. Com isso, uma verdadeira guerra foi declarada contra ela e chega por várias frentes. A começar pelos seus colegas, que querem enquadrá-la na Comissão de Ética. Na esteira dos vereadores vem o italiano bufando de raiva com a parlamentar. E tudo isso deve desaguar no Judiciário, local onde se resolve essas pendengas. Uma coisa é certa: quem tiver culpa no cartório pode amarelar na hora H.

INTERNET

Se não faltassem leis e mais leis que, em vários casos, não são cumpridas, o deputado estadual Lídio Lopes (PEN) empurrou mais uma no plenário da Assembleia, a que institui a “Semana Estadual de Combate aos Crimes de Internet, a ser incluída no Calendário Oficial de Eventos do Estado. A ideia é “implantar uma semana de palestras, em novembro de cada ano, que traga aos jovens os conceitos destes crimes e suas consequências”. Acredita que a discussão trará grandes benefícios à sociedade, porque, segundo ele, muitos cometem o crime de forma inconsciente”.

INTEGRAL

A 1ª Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos de Campo Grande determinou que o prefeito Alcides Bernal (PP) pague integralmente os salários dos farmacêuticos filiados ao sindicato da categoria. A prefeitura faz o escalonamento dos vencimentos dos barnabés desde julho deste ano. A Procuradoria-Geral do Município se manifestou alegando que a prefeitura passa por crise financeira e por isso não tem condições de pagar os salários regularmente. Afirmou ainda que a concessão da liminar agravaria a crise.

Comentários