27.2 C
Três Lagoas
quinta-feira, 2 de dezembro, 2021

O DIA CHEGOU!

A Suzano anunciou hoje, em um evento realizado online o Projeto Cerrado, construção da nova fábrica de celulose da empresa, em Ribas do Rio Pardo

(*) Ricardo Ojeda

EX-JUBARTE

Anteriormente chamada de Projeto Jubarte, a construção da nova fábrica deve receber o investimento de R$ 14,7 bilhões e gerar cerca de 10 mil empregos diretos no pico da obra. É a maior fábrica de celulose em linha única do mundo.

LEGADO

A inauguração deve ocorrer em 2024 e, depois que a fábrica der o start, deve gerar mais 3 mil empregos, entre diretos e indiretos.

DIA HISTÓRICO

Esse 12 de maio ficará marcado para sempre na história de Ribas porque, além dos empregos gerados diretamente na indústria, haverá toda a reformulação do setor de serviços da cidade.

NOVA FASE

Ribas deve receber gente do Brasil inteiro, o que demandará mais escolas, sistema de saúde reforçado, infraestrutura básica. Que se mirem no exemplo de Três Lagoas, usando o que foi bom e melhorando o que não deu tão certo.

CONSEQUÊNCIAS

Mas nem tudo são flores! Um projeto dessa magnitude, considero o maior investimento privado do Brasil trará consequências, além das positivas. É aí que entra as ações do Governo do Estado, quem como contrapartida deve investir e muito na saúde, segurança, educação e infraestrutura.

SAIR DO DISCURSO

O governador Reinaldo Azambuja tem que sair do discurso à prática. Segundo informações de moradores de Ribas, ainda não tem nenhuma ação do Governo do Estado em curso no município, apenas promessa.

PARCERIA ESTADO E MUNICÍPIO

Inclusive, Azambuja foi indagado durante a videoconferência realizada há pouco com os diretores da Suzano. Ele disse que vai se reunir com o prefeito João Alfredo para tratar das ações que serão implementadas pelo governo, no município.

PARTICIPANTES

Além dos diretores e o presidente da Suzano, Walter Schalka, participaram da plenária, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, o presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, deputado Paulo Corrêa, o governador Reinaldo Azambuja, o secretário Jaime Verruck, da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), Eduardo Riedel, Secretário estadual de Infraestrutura de Mato Grosso do Sul e o prefeito de Ribas do Rio Pardo, João Alfredo.  

COMEMORANDO MUITO

Eufórico, e não é para menos, o prefeito João Alfredo comemorou dizendo que 12 de maio de 2021 representa um dia histórico para a cidade. “Fica no passado uma história de economia privada, para novos tempos de industrialização sustentável. Mais dignidade e qualidade de vida para os moradores, a partir da geração de empregos e movimentação econômica. Cabe a Ribas do Rio Pardo comemorar hoje a chegada de novos tempos.

DE TRÊS LAGOAS PARA RIBAS

E não é só o prefeito de Ribas que comemora, mas toda região que vai absorver os impactos econômicos que o projeto trará ao estado. Em Três Lagoas já tem empresários e investidores migrando para o município que a partir de hoje, entrará para a história, com a maior fábrica de celulose de linha única no mundo.

MARCANDO POSIÇÃO

Com mais essa planta, a Suzano marca sua atuação no Mato Grosso, onde já conta com duas linhas de produção em Três Lagoas. A partir do primeiro trimestre de 2024, a Suzano terá 12 fábricas em operação, das quais 3 em Mato Grosso do Sul, consolidando sua liderança mundial, produzindo mais de 13,5 milhões de toneladas de celulose.

SEJA BEM-VINDA!

É uma empresa que está presente na vida de mais de 2 bilhões de pessoas a partir de seus produtos. Atualmente a Suzano possui um quadro de 36.547 colaboradores, (próprios e terceirizados), em todas as suas unidades. É essa empresa que a partir de hoje passará a fazer parte da cidade de Ribas do Rio Pardo, um município de pouco mais de 25 mil habitantes. Seja bem-vinda!

Comentários
MATÉRIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Este Conteúdo é protegido! O Perfil News reserva-se ao direito de proteger o seu conteúdo contra cópia e plágio.