31/03/2016 18h34 – Atualizado em 31/03/2016 18h34

A operação, deflagrada em 15 de março, acabou hoje com a apreensão dos cinco jovens entre a manhã e tarde dessa quinta-feira

Assessoria

Quatro jovens foram presos em Bataguassu entre a manhã e tarde de hoje, quinta-feira (31), durante Operação Rabitt, deflagrada em 15 de março desse ano. A operação teve início hoje às 6h30. Os policiais civis deram cumprimento a mandados de busca domiciliar nas residências de Flaisner Willian Martins Ferreira, 21, Maxilaine Honório dos Santos, 21, Valdomiro Gonçalves de Souza Neto, 29, e Cleberson Gonçalves de Souza, 23, todos residentes do município.

Na residência de Flaisner Willian Martins Ferreira foram localizados 150 gramas de substância entorpecente que se encontravam distribuídos em seis “tijolinhos” e 15 “trouxinhas”, estas últimas já com características de estarem separadas para a venda. Os entorpecentes estavam ocultados no interior do guarda-roupa, situado no quarto do mesmo. Foi dada voz de prisão a Flaisner e autuado em flagrante delito por tráfico de drogas com aumento de pena, devido ao local em que utilizava para realizar a venda de entorpecentes que ficava nas imediações de duas instituições educacionais.

Já na residência de Maxilaine Honório Dos Santos, conhecida como Neca, foram localizados 36 gramas de maconha já separados para a venda, materiais para embalagem de entorpecentes e aparelhos de telefone celular sem origem comprovada e que serão alvo de futuras investigações. Também foi dada voz de prisão a Maxilaine e autuada em flagrante delito por tráfico de drogas com aumento de pena devido ao local que utilizava para realizar a venda de entorpecentes que também ficava na imediação de instituição educacional.

Na residência de Valdomiro Gonçalves De Souza Neto e Cleberson Gonçalves De Souza foram localizados 25 gramas de maconha, também separados para a venda, um caderno contendo anotações alusivas ao tráfico de drogas e materiais para embalagem de entorpecentes, além de aparelhos de telefone celular sem origem comprovada e que serão alvo de futuras investigações. Foi dada voz de prisão a Valdomiro e Cleberson, que foram autuados em flagrante delito por tráfico e associação ao tráfico de drogas;

Por fim, na tarde hoje, investigadores de Polícia do SIG flagraram Flávia Rodrigues Sousa logo após ter descontado uma cártula falsa em uma instituição bancária situada no centro de Bataguassu e em poder de mais outras quatro cártulas e uma carteira de identidade falsas. Foi dada voz de prisão a Flávia e autuada em flagrante delito por estelionato e uso de documento falso.

Todos permanecem presos e a disposição da Justiça. As investigações terão continuidade visando apurar a participação de outros envolvidos.

Com estas últimas cinco prisões em flagrante, encerrou-se no município de Bataguassu a operação deflagrada em 15 de março desse ano por determinação do Departamento de Polícia do interior e Delegacia Regional de Polícia de Nova Andradina, visando reprimir a ocorrência de crimes contra o patrimônio e o tráfico de drogas em Bataguassu-MS.

OUTRAS APREENSÕES

Durante a Operação Rabitt, os policiais civis conseguiram, além das prisões de hoje, cumprir oito mandados de prisão; realizar a prisão em flagrante de um comerciante por receptação qualificada, com recuperação do objeto furtado avaliado em mais de R$1.500; realizar a prisão e flagrante de indivíduo pela prática de furto qualificado com a recuperação do objeto avaliada em mais de R$10.000; e vistoriar 18 estabelecimentos comerciais, entre hotéis, bares e ferro-velho.

(*) Assessoria de Comunicação da Polícia Civil de Bataguassu

Cinco jovens que foram presos durante a Operação Rabitt durante a manhã e tarde de hoje (Foto: Assessoria)

Objetos que foram localizados durante mandado de busca domiciliar e ao abordar uma das suspeitas (Foto: Assessoria)

Comentários