22/02/2018 10h46

Fiscais suspeitam de atuação conjunta de bando

Redação

Em operação especial desencandeada em todo o Estado por fiscais tributários, nas últimas semanas, 25 carretas de soja foram apreendidas ao todo e as autuações por sonegação fiscal somam mais de R$ 355 mil.

Somente na cidade de Eldorado, na última terça-feira (20), 10 veículos que transportavam 380 toneladas de soja foram interceptados. Para os fiscais da Secretaria de Estado da Fazenda, os sonegadores estão organizados e atuando simultaneamente por todo o Mato Grosso do Sul.

Na mais recente operação desencadeada pela fiscalização móvel, na tarde de terça, ao verificarem os documentos apresentados pelos motoristas os fiscais desconfiaram da sua autenticidade.

Com o apoio da Polícia Militar, retiveram os veículos e se dirigiram ao Posto Fiscal em Ilha Grande, constatando-se as irregularidades. Por conta disso, a empresa transportadora responsável pelo comboio teve que efetuar o recolhimento no valor de R$ 110 mil, entre impostos e multas.

Na região de Mundo Novo, em outra operação dos fiscais da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), foram interceptadas 15 carretas na BR-163, que transportavam 5000 toneladas de soja, avaliadas em R$ 700 mil, sem o devido recolhimento dos impostos. A carga seguiria para o Paraná. Ao todo, a ação recuperou R$ 246 mil evadidos em tributos.

Para o Sindicato dos Fiscais Tributários do Estado de Mato Grosso do Sul (Sindifiscal/MS), os resultados obtidos nas operações evidenciam a necessidade de o governo do Estado promover investimentos na fiscalização de mercadorias em trânsito.

“A extensão territorial de Mato Grosso do Sul é significativa, o que torna imprescindível a atuação dos fiscais tributários tanto nas operações móveis como nos postos e transportadoras”, argumentou Marco Aurélio Cavalheiro Garcia, presidente do Sindifiscal/MS.

A entidade representa os fiscais tributários, uma das funções mais essenciais do governo. “Trata-se de um trabalho essencial, pois ao se evitar a sonegação, garantimos ao governo os recursos necessários para que este possa promover investimentos em educação, saúde, segurança e demais políticas de Estado em prol de toda a sociedade”, finalizou.

(*) Correio do Estado

Operações aprrenderam grande quantidade de soja transportada sem o devido pagamento de imposto - Foto: Álvaro Rezende/Correio do Estado

Comentários