01/03/2018 09h41

PMA autua pecuarista em R$ 3,5 mil por derrubada de árvores protegidas por lei para exploração de madeira

O pecuarista realizou o corte das árvores e transformou em estacas para uma cerca

Redação

Em uma operação nas propriedades rurais do município, Policiais Militares Ambientais de Aquidauana autuaram ontem (28) no final da tarde, um proprietário rural por exploração ilegal de madeira protegida. Em uma fazenda, a PMA localizou diversas árvores de aroeira (protegida legalmente) derrubadas sem autorização ambiental.

O pecuarista realizou o corte das árvores e transformou em estacas que foram utilizadas em uma grande cerca na fazenda. 7m³ de madeira foram apreendidos. As atividades foram paralisadas. O infrator foi autuado administrativamente e multado em R$ 3.500,00. Ele também responderá por crime ambiental, que prevê pena de um a dois anos de reclusão.

A portaria 83 N de 1991 do IBAMA proíbe o corte da “aroeira” e algumas outras espécies de madeiras nobres, sem plano de manejo, que precisa ser aprovado pelos órgãos ambientais. Inclusive, em desmatamentos autorizados, essas espécies não podem ser cortadas.

Assessoria PMA – Portal do MS

O infrator foi autuado administrativamente e multado em R$ 3.500,00. (Foto: Divulgação)

Comentários