24/04/2014 09h02 – Atualizado em 24/04/2014 09h02

Durante atendimento de uma denúncia de furto à veículo policiais do 6º Batalhão da Polícia Militar de Corumbá descobriram contrabando de uma grande quantidade de confecções vindas da Bolívia

Da Reçadão

Durante atendimento de uma denúncia de furto à veículo policiais do 6º Batalhão da Polícia Militar de Corumbá descobriram contrabando de uma grande quantidade de confecções vindas da Bolívia. O fato aconteceu durante policiamento de rotina na madrugada desta quarta-feira (23) próximo a um posto de gasolina no bairro Maria Leite.

Uma guarnição da Polícia Militar realizava policiamento ostensivo de rotina quando foi informada por populares que alguns indivíduos tentavam furtar a lona de uma carreta que estava estacionada na rua General Dutra, próximo a rua Albuquerque. Ao perceber a aproximação da viatura policial os indivíduos fugiram para um matagal próximo. Ao chegarem no veículo, uma carreta de cor branca, do interior de São Paulo, os policiais perceberam que os autores não conseguiram tirar toda a lona e que haviam levado algumas ferramentas mediante o arrombamento de uma caixa lateral do veículo. Ao tentar recolocar a lona no lugar os policiais descobriram uma grande quantidade de sacos contendo tecidos e cobertos por papelões.

Diante da descoberta os policiais acionaram a Receita Federal que encaminhou dois auditores até o local que constataram a irregularidade da carga. Durante toda madrugada auditores e policiais permaneceram próximo ao veículo aguardando a chegada do motorista o que só aconteceu por volta das 09h30 desta quarta-feira. O motorista, um homem de 24 anos, foi detido pela Polícia Militar já no interior da cabine do veículo.

Policiais militares e auditores fiscais fizeram o encaminhamento do veículo e da carga apreendida para o pátio da Receita Federal onde o material foi pesado totalizando cerca de oito toneladas divididas em cem fardos.

(*)Com informação de Policia Militar

Ao tentar recolocar a lona no lugar os policiais descobriram uma grande quantidade de sacos contendo tecidos e cobertos por papelões (Foto: Policia Militar)

Comentários