Ao ser indagado, o condutor confessou que pegou o veículo no Rio de Janeiro e que ganharia R$ 1.500 para levá-lo até a cidade de Corumbá. Ele viajava na companhia da esposa e de dois filhos menores de idade

Na noite de sexta-feira (13/03), policiais militares em Santa Rita do Pardo recuperaram um veículo clonado modelo Troller/T.4 e prenderam o condutor pelo crime de receptação e adulteração de sinal identificador de veículo.

A guarnição realizava rondas pela rua Deputado Júlio César Paulino Maia quando avistaram o veículo e diante da atitude suspeita do motorista, realizaram a abordagem. Durante busca pessoal, foi encontrado no bolso do condutor, um pino de cocaína. Ao ser solicitado a documentação do veículo, o homem de  31 anos passou a apresentar nervosismo anormal e foi conduzido a Delegacia para uma checagem mais minuciosa.

Os policiais checaram os sinais identificadores do veículo e perceberam que todos estavam adulterados e que o mesmo era produto de furto/roubo. A placa afixada no carro era dublê de outro, da mesma marca e modelo. Foi realizado um contato telefônico com a proprietária do veículo clonado onde a mesma confirmou aos policiais que seu carro estava devidamente estacionado em sua residência em Campo Grande (MS).

Aí ser indagado, o homem confessou que pegou o veículo no Rio de Janeiro (RJ) e que ganharia R$ 1.500 para levá-lo até a cidade de Corumbá (MS). Ele viajava na companhia da esposa e de dois filhos menores de idade. 

Diante dos fatos foi registrado o boletim de ocorrência e apresentado à DP, sendo lavrado o Auto de Prisão em flagrante pela autoridade policial.

Comentários