17/03/2016 14h40 – Atualizado em 17/03/2016 14h40

As apreensões aconteceram durante operação realizada pela PMA de Dourados no rio Brilhante nessa quarta-feira

Assessoria

Durante operação realizada no rio Brilhante, uma equipe de Policiais Militares Ambientais de Dourados apreendeu ontem (16) diversos petrechos proibidos para a pesca, prendeu uma pessoa por porte ilegal de arma e autuou dois pescadores por pesca ilegal e ainda cumpriu mandado de prisão.

Inicialmente, no de rio Brilhante, dois pescadores, um de 51 e outro de 45 anos, residentes em Dourados, foram autuados administrativamente por pescar sem licença ambiental. Os infratores pescavam embarcados e ainda não tinham capturado nenhum peixe. Foram apreendidos um barco, um motor de popa e dois molinetes com varas. Cada autuado foi multado em R$ 300,00.

Outro infrator, de 41 anos, residente em Dourados, foi preso portando um revólver calibre 38 com cinco munições, sem documentação e a arma com numeração adulterada. Ele recebeu voz de prisão e foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Itaporã, juntamente com o material apreendido, onde foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma. A pena para o crime de porte ilegal de arma é de dois a quatro anos de prisão, porém, agravado pelo fato da adulteração da arma, a pena é de três a seis anos de reclusão.

Durante levantamentos da ficha criminal do infrator, os policiais verificaram que ele tinha 30 passagens pela polícia por dirigir embriagado e uma por disparo de arma de fogo, com um mandado de prisão em aberto pelos crimes.

Durante a fiscalização, a PMA retirou 57 anzóis de galho e uma rede de pesca.

(*) Assessoria de Comunicação da Polícia Militar Ambiental – PMMS

Revólver calibre 38 e cinco munições, sem documentação e com numeração adulterada apreendidos pela PMA (Foto: Assessoria)

Comentários