08/04/2016 09h22 – Atualizado em 08/04/2016 09h22

Uma equipe de Policiais Militares Ambientais de Bonito realizava fiscalização ontem (7), nas propriedades rurais do município e autuou o proprietário de um rancho por desmatamento de matas ciliares de um córrego (área protegida de preservação permanente – APP).

Assessoria

Uma equipe de Policiais Militares Ambientais de Bonito realizava fiscalização ontem (7), nas propriedades rurais do município e autuou o proprietário de um rancho por desmatamento de matas ciliares de um córrego (área protegida de preservação permanente – APP). A PMA flagrou na propriedade, localizada na zona rural do município, a 39 km da cidade, um desmatamento, com uso de uma máquina pá-carregadeira, derrubando as matas ciliares de um córrego e a construção de uma represa, tudo sem autorização do órgão ambiental competente.

A máquina foi apreendida e as atividades foram interditadas. O infrator, de 34 anos, residente em Bonito, foi autuado administrativamente e recebeu multa de R$ 10.300,00. Ele também responderá por crime ambiental. Se condenado, poderá pegar pena de um a três anos de detenção.

O autuado foi notificado a apresentar junto ao órgão ambiental um plano de recuperação da área degradada (PRADE).

(*) Assessoria de comunicação da Polícia Militar Ambiental – PMMS

PMA autua dono de rancho em R$ 10,3 mil por desmatamento de matas ciliares e construção de represa ilegal em córrego. (Foto: Assessoria)

Comentários