03/10/2013 07h59 – Atualizado em 03/10/2013 07h59

2,4 m³ de madeira e as serras foram apreendidas e a serraria foi fechada

Da Redação

Policiais Militares Ambientais de Batayporã (MS), em fiscalização no município de Angélica (MS) fecharam ontem à tarde uma serraria que funcionava sem autorização do órgão ambiental competente. A atividade foi localizada na área urbana e foram encontradas madeiras serradas das espécies Garapa e Canafístola sem origem, ou seja, sem a autorização ambiental (DOF – Documento de Origem Florestal). 2,4 m³ de madeira e as serras foram apreendidas e a serraria foi fechada.

O proprietário da empresa, de 46 anos, residente em Angélica foi autuado administrativamente e multado em R$ 1.900,00. O autuado foi conduzido à delegacia de polícia civil da cidade e responderá por crime ambiental de funcionar atividade potencialmente poluidora sem autorização ambiental e de armazenar e explorar madeira ilegalmente. Se condenado poderá pegar pena de detenção de três meses a um ano pela atividade de serraria e, de seis meses a um ano de detenção pela madeira ilegal.

(*) Com informações de PMA MS

O autuado foi conduzido à delegacia de polícia civil da cidade e responderá por crime ambiental (Foto: Divulgação/ Assecom)

Comentários