01/09/2014 17h50 – Atualizado em 01/09/2014 17h50

Após render a família e ameaçar de morte uma criança de quatro anos, a dupla foi presa em uma casa no bairro Ipacaraí, onde foram encontrados os objetos furtados e um relatório com nomes ligados ao PCC

Larissa Lima com Max Millian

A Polícia Militar de Três Lagoas encontrou uma relação de nomes ligados ao PCC (Primeiro Comando da Capital), após prender uma dupla de jovens na manhã do último sábado (30). Os rapazes, de 18 e 19 anos foram localizados em uma casa na Rua Alceu Silva, no bairro Ipacaraí, após fugirem a pé de uma residência no Jardim Carandá, onde mantiveram a família em cárcere privado para conseguirem efetuar o roubo.

ROUBO

De acordo com a Polícia, por volta as 7h15, os jovens Vinicius Alves da Silva, 18, e Murilo Gomes da Silva, 19, renderam a dona da casa, de 28 anos, que ao perceber a agitação dos cachorros dirigiu-se até a entrada. Com violência, a dupla atacou a vítima com uma coronhada e um soco na boca.

Dentro da casa, o marido, de 31 anos, estava com os três filhos de 4, 8 e 11 anos, que dormiam, em um quarto. Por exigência dos bandidos, as crianças foram acordadas e o menor foi ameaçado de morte inúmeras vezes, enquanto um dos autores revirava a casa em busca de dinheiro, joias e objetos de valor.

Durante a ação, dois amigos da família que chegaram ao local foram amarrados com fios de telefone e junto o casal e as crianças, foram trancados em um cômodo nos fundos da casa.

FUGA

Sem conseguir dar partida no veículo da família, os jovens fugiram do local a pé. Ao perceber que estavam sendo perseguidos por duas das vítimas, começaram a descartar pelo caminho, alguns objetos furtados, como uma mochila com um notebook, uma câmera digital fotográfica, um vídeo game Playstation IV com dois controles, uma fonte, dois óculos 3D e uma potência de som com fonte.

CAPTURA

A PM foi acionada e com o apoio da população iniciaram o cerco para capturar os suspeitos que deixaram a arma do crime no telhado de uma casa da região durante a fuga.

Com informações de moradores, a Polícia chegou até o local onde a dupla foi presa. Na casa ao lado, os jovens haviam escondido no telhado, a arma de fogo usada na ação. Com a dupla, foi apreendido R$ 250,00, um relógio de pulso e joias que haviam sido roubadas das vítimas. Foram recolhidos também uma motocicleta, sete celulares e dois tabletes de maconha que estavam escondidos dentro do forno do fogão.

PCC

Na mesma casa onde os dois foram presos, foi encontrada uma folha de caderno manuscrita, datada do dia 7/08/2014. Segundo a Polícia, se tratava de um relatório que relatava o desentendimento entre membros da Facção Criminosa PCC, citando quatro nomes. Ainda de acordo com o Boletim de Ocorrência da Polícia, a briga entre os integrantes foi motivada por conta da proteção oferecida a um quinto homem, morador da cidade, que conforme consta no documento “fecha com o comando”.

Bairro onde foi localizado o assalto (Reprodução: Google Maps)

Comentários