Sangue era de um homem que foi à casa da vítima para tentar recuperar um celular roubado e acabou esfaqueado; ao ver o tio ser golpeado, sobrinho revidou e matou o agressor

A Polícia Militar de Bataguassu identificou um assassino na madrugada de domingo, 8, depois de seguir um rastro de sangue pelas ruas da cidade.

Depois de receber uma denúncia de que um homem estaria pedindo socorro em uma casa na rua Rio Paraná, a Polícia chegou ao local e se deparou com uma pessoa já morta, com diversas marcas de perfurações a faca.

No quintal foi encontrada uma faca cabo de plástico com a lâmina torta. Foi então que os policiais perceberam manchas de sangue que se estendiam do local dos fatos até a frente da residência. Continuaram a seguir o rastro de sangue que marcava o chão por diversas ruas até chegar a uma residência no Jardim Santa Rosa.

Durante o trajeto, foi encontrada outra faca, com cabo de madeira, medindo cerca de 30 centímetros. Os policiais entraram na casa e encontraram, dentro do banheiro, um homem de 41 anos. Ele estava com marcas de sangue pelo corpo e com um corte nas nádegas provocada por um golpe de faca.

Ao ser perguntado sobre o que teria acontecido ele disse que foi até a casa da vítima juntamente com seu sobrinho para tentar recuperar seu aparelho celular que teria sido furtado. Os homens se desentenderam e, na confusão, ele foi esfaqueado na nádega pela vítima. Seu sobrinho, então, puxou uma faca e passou a golpear a vítima por diversas vezes. Depois os dois fugiram do local para lugares diferentes.

Fugindo pelo telhado

A Polícia, então, recebeu uma denúncia sobre uma pessoa que estaria correndo pelo telhado de um restaurante na Av. Porto XV de Novembro. Lá os policiais encontraram o autor confesso das facadas.

O homem, de 26 anos, disse que havia brigado com a vítima dias atrás e que, assim que ficou sabendo que ele teria furtado o celular do seu tio, foi com ele até a casa da vítima, onde ocorreu a confusão e ele acabou golpeando o homem com a faca.

Ele recebeu voz de prisão e foi conduzido a Delegacia de Polícia sendo autuado em flagrante pela Autoridade Policial.

Comentários