28/08/2014 16h28 – Atualizado em 28/08/2014 16h28

Total representa um crescimento de 0,86%. No mesmo período de 2013, o Brasil tinha 201.032.714 habitantes

Da Redação

A população total do Brasil alcançou a marca de 202.768.562 habitantes, informou, nesta quinta-feira (28), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O total da população brasileira foi divulgado no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira (28), por meio da Resolução nº 2.

Confira mais detalhes do levantamento também pela página especial do IBGE na internet para o tema. Já a análise do levantamento pode ser acessada aqui.

A nova estimativa de população para estados e municípios brasileiros tem como data de referência o dia 1º de julho de 2014. Nesta mesma data de referência no ano de 2013, o Brasil tinha 201.032.714 habitantes. Esse total representa uma taxa de crescimento de 0,86% de 2013 para 2014.

Segundo a projeção do IBGE, em 2015, o País alcançará 204.450.649 pessoas e, em 2016, 206.081.432. Para o Instituto, até 2020 o Brasil contará com 212.077.375 habitantes no total.

Cidades mais populosas

De acordo com os dados do IBGE, os 25 municípios mais populosos somam 51 milhões de habitantes. Esse montante representa 25,2% da população total do Brasil.

O município de São Paulo continua sendo o mais populoso; com 11,9 milhões de habitantes. Em seguida vêm as cidades do Rio de Janeiro (6,5 milhões), Salvador (2,9 milhões), Brasília (2,9 milhões) e Fortaleza (2,6 milhões).

DIVULGAÇÃO DE DADOS

De acordo com o artigo 102 da Lei nº 8.443, de 16 de julho de 1992, e a Lei complementar nº 143, de 17 de julho de 2013, a entidade competente do poder executivo federal deve publicar no Diário Oficial da União, até o dia 31 de agosto de cada ano, a relação das populações dos municípios, e até 31 de dezembro, a relação das populações dos Estados e do Distrito Federal, para os fins previstos no inciso VI do artigo 1º da Lei nº 8.443.

(*) Com informações de Portal Brasil

Confira as 25 cidades com maior número de habitantes (Foto: Divulgação/Assecom)

Comentários