27/08/2014 15h58 – Atualizado em 27/08/2014 15h58

Marcia Moura conheceu as obras de desvio dos trilhos na BR-262 e o galpão de Manobras dos Trens a 2 km do BR-158, sentido Brasilândia

Da Redação

A Prefeita Marcia Moura (PMDB), a convite do Gerente Regional da Agesul, Dirceu Deguti, e do escritório da CMT Engenharia, acompanhada pelo secretário de Desenvolvimento Econômico, Luciano Dutra e Walter Garcia, secretário de Infraestrutura, Transporte e Habitação; verificou o avanço das obras do Contorno Ferroviário de Três Lagoas. Na ocasião, os engenheiros especificaram o que está sendo e o que ainda será feito para que a obra seja concluída até dezembro, exigência e meta pessoal estabelecida pelo governado André Puccinelli (PMDB).

Após uma breve reunião no escritório da CMT Engenharia, localizado na BR-158 sentido Brasilândia, que também contou com a participação de Pascoal Secco, presidente do Sindicato Rural de Três Lagoas; Esmeraldo Coelho, Superintendente de Obras da CMT; Cassiano, Gerente de Engenharia da Fibria, empresários e representantes da comunidade civil, a prefeita acompanhou a visita técnica às obras de desvio da linha férrea e do futuro pátio de manobras dos trens.

“Graças ao nosso governado André Puccinelli e tantos parceiros, foi possível dar continuidade a esta obra que é de fundamental importância para a Cidade. Hoje, dentro dos nossos projetos, não é possível pensar em Três Lagoas com a linha férrea a dividindo-a ao meio. Estou feliz por essa visita e ver o quanto as obras estão caminhando bem”, ressaltou Marcia Moura.

OBRA

Atualmente, a obra emprega cerca de 150 trabalhadores empenhados no término do aterramento que liga os trilhos aos pontilhões sobre a BR-158 e outras vicinais; desvio da linha férrea próximo à BR-262; soldagem dos trilhos e outros serviços afins.

“Se tudo correr bem, a chuva não atrapalhar nosso cronograma, a obra estará 100% concluída até o fim de dezembro de 2014. Estamos tentando adiantar o máximo possível para cumprir o prazo, afinal esse foi o pedido pessoal do Governador”, comentou Deguti.

Conforme Esmeraldo Coelho, até o dia 1º de setembro a ALL (América Latina Logística) já estará usando o desvio próximo à BR-262. “Além disso, até o dia 15 de setembro vários trechos do traçado de 12.370 quilômetros já estarão com os trilhos novos instalados”, finalizou.

SOLDAGEM

Atualmente, o futuro pátio de manobras dos trens, que reaproveitará os trilhos que cortam Três Lagoas, está sendo utilizado para a soldagem dos trilhos; serviço que utiliza uma máquina que consegue soldar dez trilhos de 12 metros cada, assim formando um ‘trilhão’ de 120 metros, que são analisados por raio-x para evitar falhas nas soldas e levado para os locais de instalação.

(*) Com informações de Assecom Prefeiura de Três Lagoas

Atualmente, a obra emprega cerca de 150 trabalhadores empenhados no término do aterramento que liga os trilhos aos pontilhões sobre a BR-158 e outras vicinais (Foto: Divulgação/Assecom)

Na ocasião, os engenheiros especificaram o que está sendo e o que ainda será feito para que a obra seja concluída até dezembro, exigência e meta pessoal estabelecida pelo governado André Puccinelli (PMDB) (Foto: Divulgação/Assecom)

Comentários