08/10/2013 07h43 – Atualizado em 08/10/2013 07h43

Prefeita prestigia Encontro Regionalizado com a Rede Socioassistencial

Um dos objetivos do evento é reconhecer as possibilidades e potencialidades que o Município possui para construir coletivamente a sua rede

Da Redação

O município de Três Lagoas, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, sediou nesta segunda-feira (7), o Encontro Regionalizado com a Rede Socioassistencial, no CRASE “Coração de Mãe”, com a participação de servidores municipais da Assistência Social, gestores e representantes dos municípios da região do Bolsão.

A secretária de Assistência Social, Maria Lucia Firmino, desejou boas vindas aos representantes dos outros municípios e reforçou a importância do encontro que visa “discutir as políticas de Assistência Social e os serviços, financiamento, controle, entre outros”.

Para a representante da Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social, Margareth Rodrigues da Cruz, o momento também foi de ouvir os representantes de cada município que desenvolvem trabalhos complexos em alguns momentos. “O nosso objetivo é discutir a cerca da política de Assistência Social, mais especificamente a Rede Socioassistencial. Essa é uma política pública como as outras, tem suas normas e regras que devem ser seguidas”, concluiu.

Também presente na abertura do encontro, o vereador Antônio Luiz (Tonhão) Teixeira Empke Júnior (PMDB) desejou que o encontro traga bons resultados a todos que participaram. “É um encontro de vários municípios para discutir as políticas públicas de Assistência Social e que esses debates venham somar e acrescentar ao conhecimento de vocês”, disse.

Em sua fala a prefeita Marcia Moura destacou o trabalho desenvolvido pela Secretaria de Assistência Social e parabenizou a todos pela iniciativa “que dá oportunidade dos gestores e representantes trocarem experiências com outros profissionais da área, enriquecendo conhecimentos e fortalecendo a Rede Socioassistencial”, disse.

Durante o dia foram debatidos diversos assuntos através de painéis: Painel I – Rede Socioassistencial, Margareth Rodrigues da Cruz; Painel II – Terceiro Setor, Sergio Wanderly Silva; Painel III – Controle Social, Naelson da Silva Ferreira e Painel IV – Financiamento, Margareth Rodrigues da Cruz.

Na ocasião, também foram escolhidos e apresentados os representantes para o Seminário em Campo Grande.

Fizeram parte da mesa de autoridades a secretária de Assistência Social, Maria Lucia Firmino; representante de entidades e do Conselho Estadual de Assistência Social – CEAS/MS, Naelson da Silva Ferreira; o presidente do Colegiado Estadual de Gestores de Assistência Social – COEGEMAS, Sergio Wanderly Silva; representante da Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social, Margareth Rodrigues da Cruz; e o vereador Tonhão.

A abertura do evento contou ainda com uma apresentação cultural dos alunos do CRASE “Coração de Mãe”.

ENCONTRO REGIONALIZADO COM A REDE SOCIOASSISTENCIAL

O encontro é uma iniciativa da Comissão Intergestores Bipartite de Mato Grosso do Sul (CIB/MS) que instituiu um grupo de trabalho para discutir sobre definição, fiscalização, cofinanciamento e inscrição de entidades através da Resolução do Conselho Nacional de Assistência Social, nº 16, de 5 de maio de 2010, o qual tirou como proposta a realizaçãode encontros regionais com a Rede Socioassistencial Privada de cada município do Bolsão Sul-matogrossense, composto pelas cidades de Água Clara, Aparecida do Taboado, Brasilândia, Cassilândia, Chapadão do Sul, Inocência, Paranaíba, Santa Rita do Pardo e Selvíria.

O Encontro regional tem como público alvo representantes de entidades socioassistenciais como Conselhos Municipais de Assistência Social, representantes do Executivo, representantes do Legislativo, gestores e técnicos da Política de Assistência Social.

A base metodológica proposta para o Encontro Regionalizado com a Rede Socioassistencial se assenta sob a lógica da avaliação local, ou seja, os encontros regionalizados terão por incumbência o ato de conferir e avaliar considerando alguns instrumentos, a maior parte deles constituídos no âmbito do próprio município.

Essa base de metodologia possui muitas vantagens tendo em vista que um dos principais objetivos dos Encontros Regionalizados é a discussão sobre definição, fiscalização, cofinanciamento e inscrição de entidades; avaliar, propor o fortalecimento e a consolidação da Rede Socioassistencial de cada município do Bolsão Sul-matogrossense.

AVALIAÇÃO LOCAL

A avaliação local, realizada de forma organizada, propicia o conhecimento de gestores, trabalhadores, usuários, entidades e conselheiros sobre a história da Rede Socioassistencial, ocorrida em diferenciadas conjunturas políticas. Ao mesmo tempo, permitem analisar os avanços, as conquistas, os desafios e as dificuldades colocadas para construção e consolidação da Rede Socioassistencial em cada município, considerando suas especificidades.

Com isso, será possível avaliar e propor tendo como suporte a realidade municipal, o que garante qualidade ao debate a ser efetuado podendo representar um importante passo em direção a superação dos obstáculos à realização da Rede Socioassistencial.

OBJETIVO DO ENCONTRO

É uma oportunidade de compreender tais entraves e, sobretudo, reconhecer as possibilidades e potencialidades que o município possui para construir coletivamente a sua rede.

(*)Com informações de Assecom Prefeitura de Três Lagoas

O município de Três Lagoas, sediou nesta segunda-feira, o Encontro Regionalizado com a Rede Socioassistencial (Foto: Divulgação/Assecom)

Comentários