04/05/2015 13h56 – Atualizado em 04/05/2015 13h56

O jovem morreu na madruga de sábado (02), quando procurou a Unidade de Pronto Atendimento e não teve atendimento

Patrícia Miranda com assessoria

A prefeitura de Três Lagoas divulgou nota à imprensa em relação à morte de um homem de 27 anos que procurou atendimento na UPA e não foi atendido, em razão da greve dos enfermeiros no município.

NOTA À IMPRENSA

A Administração Municipal apura um óbito ocorrido na madrugada do dia 2 de maio, sábado, de um homem de 27 anos de idade e abriu sindicância interna para investigar possível negligência da equipe de plantão da Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Embora tenha sido emitida uma liminar pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul determinando a suspensão da greve, alguns funcionários não cumpriram a determinação judicial, insistindo na paralisação, fato este que também será de apuração pela Prefeitura e que tomará as medidas previstas em lei.

(*) Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Três Lagoas

O rapaz procurou a UPA de Três Lagoas, no sábado (02), quando os profissionais de enfermagem estava em greve. (Foto: Arquivo/Perfil News)

Comentários