05/11/2015 08h36 – Atualizado em 05/11/2015 08h36

Prêmio MS Industrial de Jornalismo rende homenagens a profissionais da área

Prêmio MS Industrial de Jornalismo entregue nesta quarta-feira (04/11), no Edifício Casa da Indústria, em Campo Grande (MS)

Assessoria

A emoção foi a tônica da noite do Prêmio MS Industrial de Jornalismo entregue nesta quarta-feira (04/11), no Edifício Casa da Indústria, em Campo Grande (MS), com os homenageados que já faleceram, Jorge Franco e Priscila Sampaio, e aqueles que têm uma história no jornalismo sul-mato-grossense, Sérgio Cruz, Fausto Brites e Avelino Neto.

Ao receber o prêmio dedicado a filha Priscila Sampaio, Francisca Viena, emocionou-se ao lembrar da paixão da jornalista pela profissão.

Já a mãe do segundo homenageado da noite, Jorge Franco, Irany Franco, lembrou a vocação do jornalista desde criança. “A emoção é sempre grande, mas considerando que o Jorge desde pequeno adorava o jornalismo, hoje passa um filme na cabeça, com ele falando que sempre amava a profissão. Além da emoção é um momento de gratidão pelo fato dele ainda falecido ter o reconhecimento da sociedade sul-mato-grossense”, disse.

O jornalista do JNE (Jornal Notícias do Estado) Avelino Neto, diz que é muito gratificante ser reconhecido. “É extremamente gratificante, temos que agradecer a Deus primeiramente por ter chego até aqui e a família pela paciência, porque as pautas são difíceis demoradas e pesadas. É muito bom nessa altura a gente ser lembrado por uma entidade como a Fiems e receber uma homenagem dessa natureza é para o resto da vida”, declarou.

Para o jornalista do site ViaMorena e do programa de rádio Tribuna Livre, Sergio Cruz, o prêmio valoriza os anos de profissão. “Eu me senti 55 anos mais jovens, eu comecei na comunicação a exatamente 55 anos, para mim o prêmio foi um grato reconhecimento por tudo que a gente tentou fazer nesses anos”, concluiu. Também foi homenageado o jornalista Fausto Brites, que está em viagem e foi representado pelo filho Vinicius Brites.

(*) Assessoria Fiems

Foram homenageados jornalistas que já faleceram e aqueles que têm uma história no jornalismo sul-mato-grossense (Foto:Assessoria)

Comentários