24.5 C
Três Lagoas
sexta-feira, 26 de novembro, 2021
InícioNotíciasTrês LagoasPresidente da ACITL fala das perdas com a falta de representatividade política...

Presidente da ACITL fala das perdas com a falta de representatividade política em Três Lagoas

O representante da Associação Comercial disse ainda que após concluída, a UFN-3 será o maior e mais emblemático empreendimento econômico da história de Mato Grosso do Sul.

O presidente da Associação Comercial e Industrial de Três Lagoas (ACITL), Fernando Jurado, disse em entrevista ao portal Expressão MS nesta quarta-feira (24), que a cidade não tem boa representação política, o que trava investimentos e o desenvolvimento do município e região leste do Estado. “A falta de um deputado federal é um fator decisivo para isso”, disse.

Questionado sobre as perspectivas econômicas para o próximo ano, Fernando Jurado disse que são ótimas, com possibilidade de recuperação e até superação em alguns setores como o comércio e a indústria. Reforçou a necessidade de atrair novos investimentos e da conclusão do maior empreendimento industrial do município, que se encontra paralisado: a fábrica de fertilizantes nitrogenados da Petrobras (UFN-3).

“A gente precisa de lideranças políticas de Três Lagoas visitando os gabinetes dos deputados e a sede da Petrobras no Rio de Janeiro para cobrar essa solução. Mais do que nunca na história do Brasil, a UFN-3 deveria ser encarada como prioridade porque o produto fertilizante está em falta no país inteiro. Precisamos fazer pressão para que essas respostas saiam. Somente a efetivação da UFN-3 seria suficiente para melhorar o desenvolvimento de Três Lagoas desde já”, completou. O representante da Associação Comercial disse ainda que após concluída, a UFN-3 será o maior e mais emblemático empreendimento econômico da história de Mato Grosso do Sul.

Ele anunciou que a Aliança de Entidades que reúne seis instituições do município (ACITL, AJE, ABRASEL, APETL, SRTL e Integra Costa Leste) organiza ações específicas para discutir com a população a importância da representatividade política de Três Lagoas na Assembleia Legislativa e na Câmara dos Deputados. “Um deputado federal de Dourados publicou em uma rede social que em quatro mandatos já conquistou R$ 800 milhões em emendas parlamentares para Dourados.

Neste mesmo período, destinou apenas R$ 2 milhões para Três Lagoas. É disso que estamos falando”, resumiu. E completou: “faz mais de 30 anos que não temos representantes de Três Lagoas na Câmara Federal, uma cidade que responde por mais de 50% da balança de exportações de Mato Grosso do Sul e que possui R$ 1 bilhão anual de orçamento”.

Fernando reforçou que a Aliança de Entidades segue cobrando os governos do município e do Estado para outras questões que permanecem travadas no município, como os investimentos na rodovia MS-320, a conclusão do Hospital Regional (HR), projetos para o fomento do turismo, atração de novos empreendimentos e o incremento econômico regional.

E finalizou, dizendo aos empreendedores e empresários que as perspectivas para o próximo ano são bastante positivas para a economia do município. “Nós temos uma política atual com o poder público de cobrança, mas também de muito diálogo. Para isso a gente precisa do apoio das pessoas que empreendem em Três Lagoas para juntos conquistarmos as mudanças necessárias”.

Assessoria de Comunicação

Comentários
MATÉRIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Este Conteúdo é protegido! O Perfil News reserva-se ao direito de proteger o seu conteúdo contra cópia e plágio.