08/04/2015 09h23 – Atualizado em 08/04/2015 09h23

Manifesto aconteceu por projeto de lei que regulamenta terceirização de empresas

Assessoria

O presidente do Sindicato da Saúde, João Carvalho, participou nesta terça-feira, 07, da manifestação que aconteceu em Brasília. O protesto foi organizado por representantes da CUT, MST e UNE e é contra a aprovação do projeto de lei que regulamenta a terceirização de empresas no Brasil.

Representando a classe da enfermagem e os trabalhadores no geral de Três Lagoas, João Carvalho, retrata isso como um retrocesso. “Se este projeto for aprovado os trabalhadores correm o risco de serem demitidos e contratados novamente como terceirizados, perdendo todos os direitos que lutamos durante anos para conseguir”, finalizou.

A terceirização no Brasil ainda não é regulamentada e a proposta determina alguns pontos, como que somente empresas especializadas poderão prestar serviços, familiares de empresas contratantes não poderão criar empresa para oferecer serviço terceirizado, entre outros. Após a manifestação a votação do projeto foi adiada para quarta-feira, 08.

(*) Sindicato da Saúde de Três Lagoas

Em pé, João Carvalho, presidente do sindicato. (Foto: Divulgação)

Comentários