17/04/2014 17h02 – Atualizado em 17/04/2014 17h02

Projeto Velozes do Amanhã fica em segundo lugar e vai receber R$ 10 mil

Da Redação

A Petrobras anunciou nesta terça-feira (15), os vencedores do Prêmio Petrobras de Esporte Educacional. A premiação, lançada em novembro de 2013, contempla dez experiências pedagógicas de esporte educacional desenvolvidas por professores de instituições de ensino e organizações sociais de todo o país. Entre os inscritos, um projeto de Mato Grosso do Sul foi o segundo colocado da categoria terceiro setor. Trata-se do projeto “Velozes do Amanhã”, do instituto de Desenvolvimento Humano Social, Econômico e Cultura Maná do Céu para os povos.

Além do Terceiro Setor, também foram contempladas as categorias “universidade” e “escola pública”. A experiência pedagógica com maior avaliação, entre as três categorias, receberá uma premiação especial para o desenvolvimento da tecnologia: um apoio no valor de até R$ 500 mil. O primeiro lugar de cada categoria receberá R$ 15 mil, o segundo lugar R$ 10 mil, e o terceiro lugar R$ 5 mil.

As experiências pedagógicas inscritas na premiação levaram em consideração as premissas do esporte educacional, as demandas e potencialidades locais, o incentivo à participação coletiva e os potenciais de reaplicação e de transformação social. As metodologias premiadas serão publicadas para disseminação gratuita em todo o país no site da Petrobras.

O esporte educacional é voltado ao desenvolvimento de crianças e adolescentes por meio de atividades esportivas alinhadas aos princípios de inclusão, educação integral, cidadania e diversidade.

VENCEDORES

O primeiro lugar da categoria Terceiro Setor foi a experiência pedagógica Futebol de Rua: uma nova visão do jogo, do estado de São Paulo, o segundo colocado foi a Velozes do Amanhã, do estado de Mato Grosso do Sul, e o terceiro, a tecnologia da Associação Brasileira de Handebol em Cadeira de Rodas, do Paraná.

Na categoria Universidade, foram premiadas as tecnologias Perspectivas do esporte educacional pela pedagogia de projetos: diálogos pedagógicos; Festival Escolar de Mini Atletismo e Nosso Caderno de Jogos e Brincadeiras, respectivamente de São Paulo, Santa Catarina e Minas Gerais.

Na categoria Escola Pública, os vencedores foram: Ping-Pong na quadra, do Rio Grande do Sul; Cadeirabol, uma experiência divertida, MG; e Das escolas da ginastica à ginastica alegria na escola, da Bahia.

O vencedor da categoria Prêmio Especial foi a tecnologia Vivências lúdicas no esporte, da Escola Estadual Altair Severiano Nunes de Manaus, do Amazonas.

AVALIAÇÃO TÉCNICA

O processo de inscrição, análise e escolha das experiências foi realizado de novembro de 2013 a abril de 2014. Do total de 1344 iniciativas inscritas, foram validadas 173 experiências da Região Sudeste; 70 da região Nordeste, 64 da região Sul, 18 da região Norte, e 17 da Centro-Oeste. Destas, foram classificadas 36 experiências pedagógicas. A avaliação foi realizada por comissão composta por representantes do governo, da sociedade civil, da Petrobras e da academia.

(*) Com informações de Assessoria de Imprensa.

Comentários