28/04/2015 15h52 – Atualizado em 28/04/2015 15h52

Prefeita Marcia Moura esteve presente na aula inaugural da Rede de Parceiros Multiplicadores de Esporte Educacional.

Assessoria

Nesta terça-feira e quarta-feira (28 e 29), Três Lagoas é o ponto de encontro de educadores físicos da Região do Bolsão. O motivo é a qualificação pelo projeto “Rede de Parceiros Multiplicadores de Esporte Educacional”, promovido pelo Instituto Esporte & Educação (IEE) e conta com a parceria da Petrobras e da Prefeitura de Três Lagoas e demais outros municípios. A prefeita Marcia Moura (PMDB) esteve na aula inaugural, realizada no Centro de Convenções do TAJ Hotel.
Na oportunidade, Marcia Moura lembrou que embora a construção da Fábrica de Fertilizantes Nitrogenadas (UFN3) esteja parada, mais de 80% já está concluída, sendo um sinal que o município vai continuar recebendo as ações da Petrobras. “Não tem mais como adiar, pois grande parte já está construída. E com isso, as ações sociais continuarão vindo para o nosso Município, sendo uma delas este projeto”, falou.

Além disso, a prefeita agradeceu a participação de cada educador físico do município e região e pediu para que todos aproveitassem a oportunidade. “O nível de qualidade é muito alto e quem vai ganhar são as crianças que terão profissionais capacitados”, disse.
Gilbert Salarmik, um dos ministradores do projeto, agradeceu em especial a Prefeitura de Três Lagoas e as demais da região que colaboraram na adesão ao projeto. “Quem está aqui sabemos que assumiu o compromisso e responsabilidade. São profissionais de qualidade que estão preparados em repassar o conhecimento”, enfatizou.

O secretário da Sejuvel, Walter da Silva Dias, lembrou quando a equipe veio com a proposta de trazer o projeto para Três Lagoas e agradeceu ao ex-secretário da Sejuvel, Paulo da Paz por intermediar a vinda da ação. “Três Lagoas se tornou um polo regional de esportes, pois pretenderá atender centenas de crianças e adolescentes”, disse.
O presidente do Conselho Regional de Educação Física de MS, Ubiratan Brito de Mello, lembrou que o conselho tem como objetivo fiscalizar o trabalho dos educadores físicos e pediu para que os profissionais da área abracem a profissão. Também informou que nos dias 28, 29 e 30 deste mês o conselho distribuirá em todas as escolas públicas e particulares do Estado, uma cartilha aos estudantes recomendando a importância das práticas de atividades físicas dentro de um ambiente escolar.
Adriano Rossetto, outro colaborador do projeto, informou que Três Lagoas é a sétima cidade do país a receber este tipo de projeto. “É uma capacitação que vai além da sala de aula, tem como prática não só a formação, mas sim a qualificação na parte pedagógica do educador físico.

SOBRE O PROJETO

O Projeto propõe formar Núcleos Estratégicos, através do emponderamento de parceiros locais e municípios, formando gestores e professores para que estes sejam os responsáveis diretos pelas atividades de atendimento às crianças e adolescentes. As parcerias com organizações locais possibilitarão a capilaridade e aplicação do programa em diferentes municípios ao mesmo tempo. Gradativamente, num período de três anos, em média, a expectativa é que os parceiros locais implementem um amplo atendimento, com qualidade e de maneira autônoma.
Em Mato Grosso do Sul, há a parceria local com o Instituto Internacional para o Desenvolvimento da Cidadania (IIDAC), em conjunto com os municípios de Três Lagoas, Paranaíba, Aparecida do Taboado, Selvíria, Brasilândia, Santa Rita do Pardo, Água Clara, Inocência e Bataguassu.
Serão atendidos 140 professores e gestores com previsão de atingir 7.560 crianças e adolescentes de toda a região. O curso dura em média dois anos com 220 horas, com encontros presenciais de forma periódica.

(*) Assessoria de Comunicação da Prefeitura

 A prefeita Marcia Moura (PMDB) esteve na aula inaugural, realizada no Centro de Convenções do TAJ Hotel. (Foto: Assessoria)

Comentários