13/03/2012 19h10 – Atualizado em 13/03/2012 19h10

Ainda não é momento de indicar pré-candidatos na chapa majoritária, diz presidente do PSB

Luis Carlos Alonso, dirigente do PSB em Três Lagoas, afirma que partido ainda não bateu martelo e defende que bloco amplie discussão sobre a sucessão municipal

Edmir Conceição

O presidente do PSB de Três Lagoas, Luis Carlos Alonso, disse ao Perfil News que a informação de que o partido abriu mão de indicar o vice na chapa encabeçada pelo PMDB, para reeleição da prefeita Márcia Moura, é equivocada. ”Não chegamos a essa decisão, mas considero prematuro falar em nomes. O PSB quer discutir a composição com o grupo, que inclui PPS, PSDB e DEM”, afirmou.

Segundo Luis Carlos Alonso, durante a reunião do partido, no domingo passado, houve manifestações de membros do partido de insatisfação com o encaminhamento dos pleitos do PSB no âmbito da administração do PMDB. Muitas reivindicações acabam se perdendo na burocracia, admitiu o dirigente. Alonso concorda com a vereadora Marisa Rocha, para quem o assunto deve ser aprofundado no contexto do bloco que reúne PSB, PPS, DEM e PSDB, não isoladamente.

O presidente do PSB disse que o partido tem quadros para lançar chapa própria aos cargos proporcionais, de vereador, o que permite avançar até na discussão sobre eventual terceira via. Mas por enquanto os entendimentos estão apenas no começo, o que reforça a sua posição de que não é o momento de falar em nomes, mas de discutir a estratégia de composição e formação de alianças.

O PSB se reuniu neste domingo e decidiu que não irá indicar um nome do partido para possivelmente ser o vice na chapa de reeleição da prefeita Márcia Moura (PMDB). Segundo a vereadora Marisa Rocha (PSB), o diretório do partido entendeu que o nome deve ser uma escolha do bloco partidário formado por PSB, PPS, DEM e PSDB. “Não podemos correr o risco de queimar eventual pré-candidato. Ainda é cedo”, reafirmou.

Segundo o presidente do PSB, a reunião de domingo mostrou densidade eleitoral dos socialistas, pois participaram 24 pré-candidatos a vereador. “Estamos com a chapa completa para a Câmara”, disse Luis Carlos Alonso, para quem, há no mínimo três caminhos – aliança com PMDB, aliança com PSD ou chapa própria.

Luis Carlos Alonso, presidente do PSB de Três Lagoas. (Foto: Ricardo Ojeda)

Comentários