Associação Sul-Mato-Grossense de Supermercados disse que o setor está mobilizado no combate a propagação da doença e tranquiliza a população sobre o abastecimento de alimentos e produtos de higiene e limpeza

A AMAS – Associação Sul-Mato-Grossense de Supermercados, está acompanhando atentamente todas as notícias sobre a pandemia do COVID-19, o novo coronavírus, que chegou ao Brasil neste mês de março.

O setor está mobilizado no combate a propagação da doença e vem tranquilizar a população sobre o abastecimento de alimentos e produtos de higiene e limpeza. Temos monitorado as lojas supermercadistas do estado e não identificamos nenhum problema de desabastecimento.

O que estamos enfrentando é um atraso na reposição de alguns produtos, como álcool em gel, devido a intensa procura e aquisição nos últimos dias, porem com sinalização dos principais fabricantes referente ao aumento significativo na produção deste produto.

NORMALIDADE

Ressaltamos que os supermercados operam com normalidade e estão preparados inclusive, para aumentar o abastecimento, caso seja necessário, como já acontece em datas sazonais. Portanto não é necessário que a população faça estoque de alimentos e produtos de higiene.

Para que o vírus não se espalhe ainda mais, recomendamos à população que, ao ir ao supermercado, vá apenas um integrante da família com uma lista dos suprimentos que se fazem necessários, para evitarmos a aglomeração de pessoas e a possível transmissão da doença.

Referente a grande procura por álcool em gel, os supermercadistas de MS tem a opção de limitar a quantidade do produto por cliente, para que assim, o produto possa alcançar o maior número de pessoas possíveis. Além disso, essa ação não configura prática abusiva, segundo o Comitê Nacional de Defesa dos Direitos do Consumidor, ficando a critério de cada supermercado.

Lembramos ainda, que a higienização dos carrinhos e cestas já acontece nas lojas, conforme estabelecido na Lei 13.486/2017.

PRÁTICAS DE COMBATE AO COVID-19

  1. Vá apenas uma pessoa por família ao supermercados;
  2. Idosos ou pessoas do grupo de risco, peça para outra pessoa fazer as compras;
  3. Evite levar crianças aos supermercados;
  4. Procure ficar pelo o menos 1,5m de distancia das pessoas;
  5. Ao tossir ou espirar, cubra a boca e o nariz com o braço ou lenço. Não use as mãos;
  6. Se possível, opte por pagar com cartão ao invés de dinheiro, para evitar contato físico com o operador de caixa;

Como os supermercados tem o papel essencial de abastecer toda a população Sul-mato-Grossense, acreditamos que essas recomendações contribuirão para o enfraquecimento do avanço do coronavírus.

(*) Assessoria de Comunicação AMAS

Comentários