28/07/2017 08h03

As negociações de venda entre as duas gigantes de celulose continuam; desfecho final pode acontecer no início do próximo mês. Segundo consta, equipes técnicas da Arauco avaliam a questão ambiental da Eldorado Brasil

Ricardo Ojeda

A negociação entre a Eldorado Brasil e a chilena Arauco já pode estar nos capítulos finais, segundo apurou o Perfil News junto a alguns diretores das empresas.

No mês passado, os pousos e decolagens de jatinhos, que faziam o transporte da comitiva chilena, movimentaram o aeroporto de Três Lagoas e aguçaram a curiosidade dos profissionais da imprensa local, que se revezavam para tentar conseguir algumas informações de diretores das empresas acerca da negociação.

Na sequência de imagens, comitiva da Aracauco desembarca no aeroporto de Três Lagoas, no dia 28 de junho.

No dia 28 de junho, a reportagem do Perfil News conversou com o presidente da Eldorado, José Carlos Grubisich, que chegou pela manhã à cidade em um voo comercial. Na oportunidade, Grubisch não quis adiantar muita coisa, apenas reservou-se a dizer que havia uma negociação de venda e que a Arauco tinha a preferência. Naquele dia, uma comitiva da companhia chilena chegaria em Três Lagoas para conhecer a fábrica.

Decorrida uma hora, a comitiva da empresa chilena desembarcou no aeroporto vindo em voo direto do Chile. Na ocasião, o CEO da Arauco, Cristián Infante, liderava a equipe e, com muita reserva, falou à reportagem que a negociação estava bem adiantada e o motivo da visita era para conhecer as instalações da Eldorado Brasil.

Nessa ocasião, a equipe chilena permaneceu por três dia na cidade. Como é de praxe, quando a empresa recebe uma comitiva estrangeira protocolar hastear a bandeira do país visitante, procedimento que suscitou comentários nas redes sociais de que o negócio já estava concluído.

A equipe retornou ao Chile na sexta-feira, dia 30 de junho, porém deixou na cidade alguns técnicos para acompanhar a parada geral da Eldorado, que aconteceu no início de julho. Esse procedimento possibilitou aos técnicos da Arauco conhecerem profundamente a estrutura da fábrica durante os 10 dias de paralisação para manutenção dos equipamentos.

Nesse intervalo, a imprensa nacional, especializada em editoria de economia, divulgou que a Fibria estaria interessada na compra da Eldorado. Porém, em nota enviada à veículos de comunicação, o fato foi desmentido pela diretoria da empresa.

O último posicionamento distribuído pela assessoria da Fibria reitera que ela avalia e monitora constantemente oportunidades de crescimento por meio de aquisições de ativos estratégicos que agreguem valor para a companhia e contribuam para manter o seu papel de liderança no setor. A empresa informa que, apesar do interesse, até o momento não se vinculou de forma alguma a uma operação de compra dos ativos da Eldorado Celulose S/A.

No dia 28 de junho, o **Perfil News**, por meio do diretor Ricardo Ojeda, conversou com o presidente da Eldorado, José Carlos Grubisich. Ele antecipou que a Arauco tem preferência no poder de compra da Eldorado. (Foto: Perfil News).

Cristián Infante, diretor executivo da Arauco, disse, no mês passado, ao diretor do Perfil News, Ricardo Ojeda, que a negociação entre as duas empresas estava bem adiantada. (Foto: Perfil News).

Técnicos da Arauco conhecerem profundamente a estrutura da Eldorado durante os 10 dias de paralisação para manutenção dos equipamentos. (Foto: Divulgação).

Como é de praxe, quando a empresa recebe uma comitiva estrangeira protocolar hastear a bandeira do país visitante, procedimento que suscitou comentários nas redes sociais de que o negócio já estava concluído. (Foto: Divulgação).

Comentários