23/02/2012 15h26 – Atualizado em 23/02/2012 15h26

Confira o vídeo sobre a campanha da fraternidade e a realidade de muitas pessoas em TL que vivem esperando um melhor Sistema Único de Saúde

Pessoas realizam jejum na quaresma e trabalham o tema em diversas ações

Rafael Furlan

O Carnaval terminou e começou a quaresma, período este de grande importância no calendário cristão. Na quarta-feira de Cinzas, 22 de fevereiro, iniciou a Campanha da Fraternidade 2012, que tem como tema “Fraternidade e Saúde Pública”. O lema da campanha será “que a saúde se difunda sobre a terra”, passagem esta que foi tirada do livro do Eclesiástico.

Hoje, este assunto é muito abordado, pois sabe-se que saúde é um direito de todos, porém, atendimento de qualidade e sem custo , é quase inexistente no Brasil.

A campanha da fraternidade foi uma iniciativa da CNBB – Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, iniciada no ano de 1964 e que tem como objetivo todo ano buscar um tema de grade repercussão e colocar em destaque.

Saúde Pública

Quando o assunto é saúde pública, o SUS – Sistema Único de Saúde, chama a atenção pela demora nos atendimentos e a falta de medicamentos para os mais necessitados. Nossa equipe foi até o PAB – Pronto Atendimento Básico, do bairro Colinos, e constatamos muitas pessoas reclamando da demora para serem atendidos por um médico. Ao clicar aqui você confere o depoimento de uma dona de casa que precisou dos serviços médicos, pois estava com muita dor, e demorou horas para ser atendida.

Visão religiosa

A igreja católica já está toda preparada para a quaresma. A cor litúrgica deste tempo é o roxo, o que significa penitência. Para o padre Nivaldo Aparecido dos Santos, “serão 40 dias de muita oração e penitência, o famoso jejum. Muitos deixam de comer carne, tomar refrigerante, entre outras coisas, porém, nada adianta se não vier junto com uma ação para o próximo”.

Padre Nivaldo Aparecido dos Santos explica sobre a campanha
Foto: César Esquibel

Mulher reclama de atendimento médico e diz que ações precisam ser pensadas para se ter um SUS de qualidade
Foto: César Esquibel

Depender do SUS - Sistema Único de Saúde não é tarefa fácil para muitos usuários do plano

Comentários