No total, Estado tem 113 casos confirmados e quatro óbitos – foram 12 novos casos e dois óbitos registrados nas últimas 24h

Mato Grosso do Sul registrou, nas últimas 24 horas, 12 novos casos confirmados de Covid-19 e dois novos óbitos – ambos em Campo Grande.

Com isso, o estado acumula 113 casos positivos e quatro óbitos, sendo dois na capital e dois de moradoras de Batayporã.

Os dois óbitos registrados pelo Hospital Regional de Campo Grande são de mulheres. Uma delas, de 71 anos, não teve contato com nenhum caso confirmado nem viajou recentemente. Outro caso, de um homem de 54 anos que está internado, também não teve contato com caso positivo nem viajou, o que mostra que o vírus está em transmissão comunitária no estado.

Dos 12 noves casos, dois são de Três Lagoas, sendo um homem e uma mulher, de 75 e 51 anos, respectivamente; um paciente de Coxim, de 79 anos, três em Sonora, sendo duas pessoas do sexo feminino, de 4 e 51 anos e um homem, de 29 anos; quatro novos casos em Campo Grande, sendo três homens, de 52, 54 e 73 anos, e uma mulher, de 71 anos, que veio a óbito; em Paranaíba, um homem de 81 anos e em Chapadão do Sul, uma mulher de 50 anos.

Três Lagoas é a segunda cidade do estado com o maior número de casos positivos: 11. Campo Grande está com 55 e os outros casos dividem-se entre outras 13 cidades.

Super testagem

Com a chegada de 8 mil testes PCR e o início dos testes via drive thru em Campo Grande, a Secretaria do Estado acredita que os próximos dias mostrarão um acréscimo significativo nos números de casos positivos.

“Houve um afrouxamento no isolamento social e, com essa testagem em grande número, esperamos ter uma ideia mais real do número de contaminados no Estado. Já que somos o Estado com o pior índice de isolamento social queremos ser um exemplo na testagem e, quem sabe, ser um dos Estados com a maior taxa de testagens do Brasil”, afirmou o Secretário Geraldo Resende.

Ainda não há previsão de implantação do drive thru de testes em Três Lagoas. Em Campo Grande, os testes acontecem no quartel do Corpo de Bombeiros, mediante consulta prévia e marcação.

Além dos testes PCR, o Estado também recebeu seis mil testes rápidos, que serão distribuídos entre as cidades.

Comentários