29/04/2015 15h17 – Atualizado em 29/04/2015 15h17

O paciente faleceu nesta quarta-feira (29) e estava internado no Hospital Nossa Senhora Auxiliadora

Assessoria

A Prefeitura de Três Lagoas, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, através do Setor de Vigilância Epidemiológica, investiga óbito de um paciente por suspeita de dengue em Três Lagoas. A pessoa é do sexo masculino, com 40 anos, que morava na região do Novo Ipanema e apresentou os sintomas da dengue no dia 23 de março e estava internado no Hospital Nossa Senhora Auxiliadora vindo falecer nesta quarta-feira (29).

O Departamento de Vigilância Epidemiológica colheu uma amostra de sangue do paciente e encaminhou para Campo Grande para investigar se o óbito realmente foi em decorrência às complicações da dengue. O resultado do exame sairá em uma semana.

CASOS
De acordo com a Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde de Três Lagoas, que publicou nesta semana o boletim de nº 13 da semana 16 (compreendido entre os dias 19 a 25 de abril), em Três Lagoas foram notificados 1018 casos, sendo 346 positivos e 135 negativos.

Até o momento, o mês de janeiro foi a época que registrou o maior número de casos positivos, sendo 168, em fevereiro foram 90, em março 60 e até agora no mês de abril foram 28. Já de casos notificados, o mês que apresentou o maior número até o momento é o de abril, que até agora chega a 347. Depois vem março, com 296 casos notificados, em seguida janeiro com 232 e em fevereiro com 143.

COMBATE

Para combater o aumento da proliferação do mosquito, o Setor de Educação tem orientado a população em geral e em especial os estudantes sobre as maneiras de evitar o acúmulo de água, o que causa a propagação do mosquito.

Já o setor de Endemias junto com os agentes, realizam os trabalhos de visita domiciliares, na verificação de algum possível foco de dengue, o trabalho de borrifação e fumacê para que a incidência de mosquitos diminua.

O trabalho tem sido reforçado também pelos agentes comunitários que auxiliam nas orientações e também no recebimento de denúncias de casas com possíveis focos de dengue.
A Secretaria Municipal de Saúde também reforça o pedido para que a população colabore, para que não deixe acumular água em recipientes.

(*) Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Três Lagoas

Comentários