Crime ocorrido nesta noite na Vila Nova deixou 1/4 de Três Lagoas sem água; bandidos atuam furtando também cabos de fornecimento de energia elétrica de postes, deixando parte da cidade às escuras

Parece até notícia repetida, mas a verdade é que aconteceu de novo: mais uma vez bandidos causam problemas de fornecimento de serviços essenciais devido ao furto de cabos elétricos.

Cabos da central de abastecimento foram furtados na noite de ontem, deixando 30 mil pessoas sem água na cidade. Foto: Divulgação

O furto da vez ocorreu no sistema de abastecimento da Sanesul no bairro Vila Nova. A “vítima”, entretanto, não foi apenas a concessionária, mas 30 mil pessoas que moram nos bairros da Lapa, Vila Nova, Jd. Alvorada, Jd. Wendell, Santo André, Jd. Paranapunga, Jd. das Acacias, Jd. Atenas, Nova Americana, Santa Julia, Jd. Novo Aeroporto e adjacências, que ficaram sem fornecimento de água parte do dia devido à ação criminosa.

De novo

De acordo com a gerência regional da Sanesul, esse não é o primeiro registro de furto de cabos elétricos. No domingo passado os marginais furtaram também os fios elétricos do Poço TLG 27.

Além de interromper o fornecimento de água com os furtos recorrentes de cabos, os bandidos estão deixando, também, parte da cidade às escuras. O alvo tem sido locais em que a prefeitura substituiu os postes convencionais por iluminação de LED.

Não satisfeitos, os bandidos esperaram a prefeitura substituir os cabos para furtá-los novamente no dia 27 de dezembro.

A Avenida Milton Damasceno, no Jardim Carandá, foi vítima de furto duas vezes desde que teve a iluminação trocada por postes de LED. A nova iluminação do local não durou nem uma semana, já que os postes foram instalados depois do dia 11 de dezembro e no dia 18 já haviam sido furtados.

A antiga Avenida Ponta Porã foi um dos locais escolhidos pelos bandidos. De lá foram furtados cerca de 400 metros de cabos em fevereiro.

A última “vítima” foi a Rua João Thomes, de onde foram furtados os cabos no dia 28 de fevereiro.

Ação

Tantos furtos consecutivos colocaram em alerta as Polícias Civil, Militar e a Prefeitura. Em sua página pessoal no Facebook, o prefeito Angelo Guerreiro afirmou que o poder público está instalando um novo sistema de segurança para evitar esses roubos.

Além disso, o Prefeito chamou para uma reunião, em seu gabinete, o subcomando da Polícia Militar e o Delegado Regional, Dr. Rogério Faria, para que seja definida a estratégia para capturar os criminosos. A reunião acontece agora, às 9h desta terça-feira.

Comentários