Comércio, academia, feiras e cerimônias religiosas poderão reabrir, seguindo regras; veja como fica a cidade a partir de hoje

Após cogitar até um lockdown com o apoio do exército devido ao avanço de casos de Covid-19 no início de maio, a Prefeitura de Brasilândia começa hoje (26) a flexibilizar diversas atividades na cidade.

A decisão pela flexibilização acontece porque a cidade não registra novos casos de infecção desde o dia 12 de maio e os casos conhecidos já estão recuperados.

O prefeito da cidade, Dr. Antonio Thiago assinou os quatro decretos que tratam sobre segmentos que passarão pela flexibilização. Veja como fica a situação em Brasilândia a partir de agora:

Comércio

O toque de recolher será das 22h às 5h (MS). O uso de máscaras continua obrigatório em locais públicos e privados. Além disso, os estabelecimentos comerciais deverão seguir uma série de atividades com contingenciamento e regras (obedecendo cada especificidade).

Continua proibida a permanência em aglomeração de pessoas na porta ou no entorno dos bares, lanchonetes, conveniências, sorveterias, pastelarias, padarias, distribuidoras de bebidas e congêneres a qualquer hora do dia.

Academias

Voltam a funcionar a partir de hoje, com regras: limitação de até cinco pessoas por vez e por hora, devendo ser previamente agendada; higienização dos aparelhos após a utilização de cada usuário e cada aluno deverá levar sua garrafa d’água e utilizar máscaras durante as atividades físicas.

Além disso, não é recomendável o atendimento de pessoas com mais de 60 anos ou de outros grupos de risco para a covid-19 nas academias.

Feiras

A Feira do Produtor poderá funcionar a partir desta quarta-feira (27), na Praça Ostelino Cardoso, no bairro João Paulo da Silva e às sextas-feiras na Praça da Pedra, com o encerramento às 21h. Está proibida a participação de feirantes na condição de gestante e/ou lactante, dos maiores de 60 anos e os acometidos de comorbidades ou doenças crônicas, assim como com sintomas de gripe ou resfriado.

Além disso, a Feira não poderá ter parque infantil e deverá funcionar somente em caráter de venda de mercadorias, ou seja, não terá consumo in loco.

Igrejas

Igrejas e Templos Religiosos poderão a voltar funcionar a partir desta quinta-feira (28), desde que as celebrações não ultrapassem 30% da capacidade total, na qual deve ser respeitada a distância de 1,5 metro; disponibilização do álcool gel 70º INPM para as pessoas higienizarem as mãos e o uso obrigatório de máscaras.

Igrejas, templos, centros ou outros locais destinados as reuniões religiosas têm autorização de realização de apenas uma celebração por dia, que deverão ocorrer exclusivamente as quintas-feiras e aos domingos.

É proibida a participação de maiores de 60 e menores de 12 anos; que possuam doenças cardiovasculares ou pulmonares; que possuem imunodeficiência de qualquer espécie; transplantados; gestantes; com comorbidades pré-existentes, como diabetes, hipertensão arterial, neoplasia, entre outras; que apresentem sintomas gripais.

Comentários