29/08/2014 17h39 – Atualizado em 29/08/2014 17h39

Os servidores do Poder Executivo de Mato Grosso do Sul, ativos, aposentados e pensionistas, com o CPF (Cadastro de Pessoas Físicas) em situação irregular poderão ficar sem receber seus salários a partir deste mês de agosto

Da Redação

Os servidores do Poder Executivo de Mato Grosso do Sul, ativos, aposentados e pensionistas, com o CPF (Cadastro de Pessoas Físicas) em situação irregular poderão ficar sem receber seus salários a partir deste mês de agosto. Neste caso, o servidor deve procurar a unidade de recursos humanos do seu órgão de lotação para sanar o problema.

Segundo a Secretaria Estadual de Gestão de Recursos Humanos (SEGRH), foram constatadas divergências entre o número do CPF informado por alguns servidores ao setor de recursos humanos do Estado, na data da admissão, e a instituição bancária no ato da abertura de conta corrente.

A SEGRH esclareceu que a não liberação do pagamento do salário poderá ocorrer em razão do estabelecido nas resoluções do Banco Central nº 34.402, de 2 de setembro de 2006, e nº 333.424, de 21 de dezembro de 2006, que deverão ser cumpridas a partir deste mês de agosto pelo Banco do Brasil e demais instituições financeiras do País.

“Caso haja algum problema com o recebimento dos salários, o servidor deverá procurar a unidade de recursos humanos de seu órgão de lotação para regularização do seu pagamento”, informou a secretária da SEGRH, Evelyse Ferreira Cruz Oyadomari.

(*)Com informação de Noticias MS

O servidor deve procurar a unidade de recursos humanos do seu órgão de lotação para sanar o problema (Foto: Noticias MS)

Comentários