06/05/2015 09h12 – Atualizado em 06/05/2015 09h12

Na nota o sindicato de classe esclarece fatos ocorridos em relação à greve dos enfermeiros em Três Lagoas

Assessoria

O Setasp – Sindicato dos Enfermeiros, Técnicos e Auxiliares do Setor Público de Três Lagoas, representado pelo seu presidente João Carvalho, vem esclarecer os seguintes pontos:

I. Os últimos acontecimentos na saúde de Três Lagoas são consequências de uma administração falha. O Sindicato busca junto à Prefeitura Municipal um acordo desde fevereiro, quando foi protocolada a carta de reivindicação salarial.

II. Em resposta a postura omissa da prefeitura, o Setasp protocolou um indicativo de greve, no dia 27 de abril, caso não fosse chamado para a negociação em 72 horas.

III. A prefeitura, ciente da possibilidade de greve, agendou uma reunião no dia 29 de abril, porém o Setasp não foi notificado formalmente, ficando ausente da reunião.

IV. A Prefeitura Municipal de Três Lagoas enviou um ofício apresentando os números propostos. Com este documento em mãos, o sindicato organizou uma assembleia, no dia 30 de abril, com os trabalhadores e colocou a proposta em votação. A mesma foi negada por unanimidade, culminando na paralisação.

V. O Setasp esclarece que não recebeu, até o momento, nenhuma notificação sobre o movimento e a não regularidade do sindicato. Todas as informações estão sendo obtidas pela imprensa. Lembrando que a entidade fica à disposição do público de segunda a sexta-feira em horário comercial.

O presidente, João Carvalho, esteve ontem (5) na prefeitura notificando-a que a partir de amanhã (06) estará à frente da greve caso a administração não agende uma reunião. A solicitação foi atendida de pronto e no dia 6 às 12h a prefeita receberá em seu gabinete a diretoria do Setasp para uma negociação.

Por fim, lamentamos os ocorridos na saúde pública de Três Lagoas e salientamos que os funcionários estão lutando por melhorias em suas condições de trabalho. Temos a certeza que com mais benefícios para os trabalhadores a sociedade gozará de melhor saúde.

(*) Assessoria de Imprensa do Setasp

O presidente da Setasp João Carvalho, com a carta que foi protocolada na prefeitura sobre a greve. (Foto: Divulgação)

Comentários