24.5 C
Três Lagoas
sexta-feira, 26 de novembro, 2021
InícioNotíciasSoftware criado em MS é reconhecido entre as 10 melhores GovTech do...

Software criado em MS é reconhecido entre as 10 melhores GovTech do país

Ei Soluções celebra reconhecimento nacional com software que agiliza gestão pública

Melhorar os processos da gestão de investimentos em obras públicas, garantindo agilidade, economia e transparência no uso de recursos. Com essa missão, a Ei Soluções Inteligentes foi reconhecida pelo desenvolvimento do sistema E-Kronos, como uma das 10 melhores GovTech (startups que geram inovação para a gestão pública e auxiliam na economia de recursos públicos através de soluções tecnológicas) do Brasil. 
A escolha foi feita por um júri criterioso da 100 Open Startups, principal plataforma internacional de conexão entre corporações e startups, o Ranking 100 Open Startups 2021, que reconhece as startups mais atraentes para o mercado corporativo no país. O resultado foi divulgado no fim do mês de outubro em forma de live.

E-Kronos: Solução na gestão pública

Desenvolvido pela Ei Soluções Inteligentes, sediada em Campo Grande (MS), o E-Kronos é um software que tem um sistema completo de gerenciamento de obras públicas, serviços e investimentos, e que já é utilizado por secretarias de governos estaduais e de prefeituras, com sucesso.

Sistema E-Kronos tem auxiliado a gestão pública com eficiência e assertividade. (Foto: Divulgação Ei Soluções)

O E-Kronos apresenta entre as suas funcionalidades soluções para a gestão dos processos que englobam a execução de obras públicas, integrando as fases de Planejamento Orçamentário, Projeto, Orçamento Referencial, Licitação, Contratação, Execução do Empreendimento (medição e reprogramações) e Execução da Despesa (empenho, liquidação e pagamentos).
Para se ter uma ideia dos benefícios do uso do sistema, o E-Kronos consegue reduzir em até 95% o tempo de apuração de um processo licitatório. Um procedimento que demorava em média 25 dias, hoje por exemplo, entrega resultados entre 24 e 48 horas, com precisão e confiabilidade, totalmente auditável.

Um outro exemplo é também a redução de até 95% da etapa de orçamentação para obtenção de recursos federais, para investimentos nas cidades e Estados, um dos grandes gargalos da gestão pública do País.

O sistema já auxiliou no gerenciamento de mais de 10 mil projetos em municípios e Estados, além de ter alta capacidade de processamento de documentos, contratos, obras, entre outros. Atualmente, por exemplo, o E-Kronos está processando mais de 500 processos de investimentos em um único órgão.

A plataforma auxilia gestores a apresentarem orçamentos e documentos necessários para validação de recursos advindos de fundos de investimentos como BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento), BIRD (Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento) ou bancos públicos, nas conformidades exigidas pelo Ministério da Economia e Tribunal de Contas da União (TCU). Todo esse processo agora é feito de forma mais ágil, precisa, correta e transparente.

Reconhecimento nacional

Otávio Augusto Delgado (Co-Founder), Ettore Funicelli (CEO) e Rogê Delgado (Co-Founder) celebram conquista na
Top 100 Startups (da esq. para dir). Foto: Marcelo Varela

Para o CEO da Ei Soluções, Ettore Funicelli Delgado, o reconhecimento da 100 Open Startups é motivo de muita alegria, satisfação e honra. “Ter conquistado esse prêmio trouxe para nossa equipe mais motivação, energia e a certeza de que estamos no caminho certo do nosso propósito de melhorar a gestão pública e trazer mais segurança, controle e transparência para os investimentos públicos. Ganham a gestão pública, os gestores, as cidades, os Estados, o país e principalmente, a sociedade com a garantia de que os recursos estão sendo bem empregados”, afirma Ettore.

Para o Co-Founder da Ei Soluções, Rogê Teissére Delgado, o reconhecimento nacional da 100 Open Startups, após anos de desenvolvimento, simboliza o reflexo de todo um trabalho e identidade da empresa com a gestão pública.

“É um desafio muito grande, mas que nos incentiva a continuar nosso trabalho. Como diz uma frase do mestre e especialista em Gestão Pública, Paulo Daniel Barreto Lima, em uma de suas literaturas: “Gestão é a capacidade de fazer o que precisa ser feito”. E nós, com o E-Kronos estamos fazendo”, finaliza.

Desenvolvimento

Desenvolvido desde 2003, para atender um projeto financiado pelo Fonplata (Fundo Financeiro para Desenvolvimento da Bacia do Prata), o sistema E-Kronos teve uma ótima aceitação e também contou com validação de importantes plataformas como BID e BIRD. 
Atualmente, o sistema está presente em vários órgãos como Secretaria Estadual de Educação de Mato Grosso do Sul (SED-MS) para auxiliar na gestão de obras e construção de escolas estaduais, Seinfra (Secretaria de Infraestrutura de Mato Grosso do Sul), Prefeitura de Corumbá (MS), Prefeitura de Contagem (MG), entre outros .

A solução E-Kronos é também validada junto à Associação Brasileira de Empresas de Software (ABES) e Conselho Regional de Administração (CRA-MS) e também é empresa associada à BrazilLab (hub de inovação que acelera soluções e conecta empreendedores com o Poder Público).

Ranking 100 Open Startups
A 100 Open Startups é a plataforma pioneira e líder de Open Innovation, dedicada a mapear, classificar, ranquear, conectar e apoiar startups em ecossistemas corporativos de inovação. Desde 2008, contribui no fomento e aprimoramento da open innovation com startups no Brasil, por meio da Open Innovation Week – Oiweek, e, desde 2016, publica o Ranking 100 Open Startups, que monitora e mensura a evolução dessa prática no país.

Apesar da pandemia, a atividade de inovação aberta com startups dobrou no último ano, conforme os dados da premiação. Para a edição 2021, foram declarados 26.348 relacionamentos de open innovation entre corporações e startups, enquanto em 2020 foram 13.433 relações declaradas.

Das mais de 18 mil startups cadastradas, 2.414 tiveram contratos de open innovation com corporações validados para o Ranking 2021, contra 1.310 em 2020, ou seja, mais de 1.000 novas startups geraram impacto nas cadeias tradicionais apenas neste ano.

Em relação aos contratos de open innovation, o valor médio também aumentou, passando de R$ 140 mil, em 2020, para R$ 270 mil, em 2021, totalizando R$ 2,2 bilhões em contratos entre corporações e startups no período.

Além das TOP 100, também serão premiadas as TOP 10 de 28 categorias, definidas de acordo com as áreas que mais tiveram atividade de open innovation no período. Neste ano, as três categorias que passaram a integrar o Ranking são as CityTechs – startups que têm soluções para cidades inovadoras.

(*) Varela Assessoria e Estratégia em Comunicação

Comentários
MATÉRIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Este Conteúdo é protegido! O Perfil News reserva-se ao direito de proteger o seu conteúdo contra cópia e plágio.