09/03/2012 10h45 – Atualizado em 09/03/2012 10h45

República ainda é a melhor opção para quem quer economizar na hora de pagar aluguel em Três Lagoas

A falta de imóveis para alugar e a alta no preço dos aluguéis faz com que novos moradores que buscam Três Lagoas tanto para estudar como trabalhar a dividir casa e até mesmo apartamento

Adriano Vialle

Com crescimento populacional e de empregos Três Lagoas enfrenta alguns problemas como aluguel de imóveis. Um grupo de adolescentes, de diferentes regiões do país, vieram para o município no começo do ano com um propósito: achar uma moradia e estudar.

Em vista disso a rede social foi aliada na hora de encontrar pessoas e principalmente o lugar para morar. Como é o caso de Marcel Wilki, estudante que veio de Tangará da Serra (MT) para estudar Sistemas de Informação, com a mesma dificuldade de encontrar imóvel resolveu morar com mais dez pessoas. “Um grupo de calouros se encontrou pelo Facebook procurando um lugar para morar, com isso, juntamos e resolvemos montar a república em vista do preço do aluguel alto e a falta de imóvel na cidade”, disse.

O caso da estudante Michaelli Castro, também é parecido. Ela veio de Manaus para cursar história em Três Lagoas, divide quarto com outras pessoas e encontrou dificuldades de alugar imóvel no município. “Tem muita procura e pouca ofertas, então os que têm imóvel elevam os preços. O aluguel na cidade hoje está muito alto”, afirma.

Danilo Góes veio da Bahia para estudar em Três Lagoas. Ele diz que se não encontrasse pessoas para dividir as despesas como aluguel e contas de água e luz não teria como vir para estudar aqui. “Se morasse sozinho aqui ia gastar algo em torno de R$ 2 mil. Ficaria muito puxado para mim, a sorte que tive foi encontrar outros estudantes que também tiveram dificuldade de encontrar imóvel para alugar”, concluiu. Os 11 estudantes dividem a despesa de R$ 1.600 do aluguel da república.

Com dificuldades de encontrar imóveis e a alta do aluguel estudantes preferem morar em república. (Foto: Adriano Vialle)

Comentários