11/01/2013 08h12 – Atualizado em 11/01/2013 08h12

Tribunal cassa liminar, mas outra decisão da Justiça Federal no RS mantém suspensão do Sisu

Heloisa Cristaldo, Agência Brasil

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF 4) suspendeu hoje (10) parte da liminar proferida pela Justiça Federal de Bagé (RS) e determinou o prosseguimento das inscrições no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e a divulgação dos resultados na próxima segunda-feira (14). Entretanto, em outra ação impetrada pelo estudante Lucas Almeida Figueiredo, a Justiça Federal em Bagé manteve a divulgação dos resultados do Sisu suspensa. O Ministério da Educação (MEC) informou que já recorreu da segunda decisão.

Ontem (10), o juiz federal João Pedro Gebran Neto, relator da ação no TRF 4, rejeitou a liminar concedida à estudante gaúcha Thanisa Ferraz de Borba, mas assegurou à jovem o acesso à correção da redação do Enem, garantindo à aluna o direito de recorrer caso não concorde com a nota obtida. A decisão fica restrita à estudante e não pode influenciar na situação dos estudantes em geral.

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, voltou a reiterar hoje (10) que o ministério aprimorou o processo de correção das redações do exame para aumentar a transparência e segurança aos candidatos. Os alunos poderão ter acesso aos espelhos de correção da redação no dia 6 de fevereiro, para fins pedagógicos.

Ontem, a Advocacia-Geral da União (AGU) conseguiu decisão favorável no Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), que suspendeu liminares da Justiça Federal em Mato Grosso, Minas Gerais, no Piauí e Rondônia que determinavam o acesso aos candidatos as correções da redação, antes do prazo de inscrição do Sisu.

Na terça-feira (8), o Tribunal Regional Federal da 2ª Região suspendeu pelo menos 150 liminares da Justiça Federal no Rio de Janeiro que determinavam a divulgação imediata dos espelhos da correção das redações do Enem, acompanhados das justificativas da pontuação. A decisão abrangeu os estados do Rio de Janeiro e do Espírito Santo.

No sábado (5), o Tribunal Regional Federal da 5ª Região suspendeu liminar da Justiça Federal no Ceará, que também determinava a divulgação imediata da correção das redações do Enem.

De acordo com o MEC, o cronograma está mantido e as inscrições seguem normalmente até hoje (11) no site http://sisualuno.mec.gov.br/. A primeira chamada dos selecionados está marcada para o dia 14 de janeiro.
Os convocados devem providenciar a matrícula nos dias 18, 21 e 22. A segunda chamada será divulgada no dia 28 deste mês, com matrícula em 1°, 4 e 5 de fevereiro.

Os estudantes que não forem selecionados nas duas primeiras convocações podem aderir à lista de espera para concorrer às vagas remanescentes. O prazo de adesão vai de 28 deste mês a 8 de fevereiro. No dia 18 de fevereiro, ocorrerá a convocação, pelas instituições, dos candidatos em lista de espera.

A liberação, entretanto, ainda poderá ser novamente interrompida, pois um dos recursos ainda não foi julgado. Na ação do estudante Lucas Almeida Figueiredo também existe ordem de suspensão das inscrições, o que deverá ser analisado amanhã pelo tribunal, por outro relator.

O Ministério da Educação (MEC) informou que já recorreu da segunda decisão (Foto: Arquivo)

Comentários