26/03/2012 20h33 – Atualizado em 26/03/2012 20h33

Quatro ex-prefeitos devem deixar o governo até junho

Prazo de desincompatibilização vai de abril, para secretários, a junho, para assessores

Edmir Conceição

O governador André Puccinelli (PMDB) confirmou que quatro ex-prefeitos que ocupam cargos de assessor especial devem deixar o governo para disputar as eleições municipais.

Um dos assessores é o ex-prefeito de Ribas do Rio Pardo, José Domingues, o Zé Cabelo, que acompanhou a agenda de André em Três Lagoas nesta segunda-feira.

Zé Cabelo disse ao Perfil News que, não sendo secretário de Estado, não teria que deixar cargo até 30 de abril. “O meu prazo é de seis meses, mas vou antecipar para o dia 4 próximo”, afirmou o pré-candidato à Prefeitura de Ribas do Rio Pardo.

De acordo com a legislação eleitoral, o prazo de desincompatibilização vai de abril, para secretários, e junho, para assessores e servidores.

EX-PREFEITOS

Está confirmada a saída de Eraldo Jorge Leite, que vai tentar voltar à Prefeitura de Jateí, o ex-prefeito de São Gabriel do Oeste, Adão Rolim, e o ex-prefieto de Nova Andradina e atual o diretor-presidente da Agepan (Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Mato Grosso do Sul), Roberto Hashioka.

Comentários