23.4 C
Três Lagoas
quinta-feira, 13 de junho de 2024

Três Lagoas completa em junho 109 anos ‘recheados’ de desenvolvimento e oportunidades

Na contramão dos outros locais do Brasil, onde normalmente o desemprego toma conta. Em Três Lagoas a versão é outra, cidade que tem emprego de sobra é um ótimo lugar para quem deseja uma oportunidade

No próximo dia 15 de junho Três Lagoas completa 109 anos. A cidade, ‘menina dos olhos’ da economia do Estado e ‘rainha da exportação’ é um dos municípios que mais se desenvolveu em Mato Grosso do Sul nos últimos anos e pelo visto não existem mais limites para o desenvolvimento na região que só cresce a cada dia mais.

Durante esses 109 anos, Três Lagoas teve vários ‘picos de desenvolvimento’ e a cidade que era considerada ‘pacata’ que vivia principalmente da agropecuária, mudou de cara, principalmente nos últimos 20 anos.

Na contramão dos outros locais do Brasil, onde normalmente o desemprego toma conta. Em Três Lagoas a versão é outra, cidade que tem emprego de sobra é um ótimo lugar para quem deseja uma oportunidade.

CICLOS DE DESENVOLVIMENTO

Três Lagoas completa em junho 109 anos ‘recheados’ de desenvolvimento e oportunidades

Começando a história do município, podemos citar a Ferrovia Noroeste do Brasil, a qual, tem uma grande influência no crescimento de Três Lagoas. Isso porque, até a inauguração da estação da cidade, em 1912, o local era habitado por poucas famílias que viviam exclusivamente da agricultura e pecuária.

Com a circulação de pessoas e mercadorias proporcionada pela presença da estação, a cidade teve seu crescimento potencializado. A partir disso, o município teve uma expansão baseada no Plano de Haussmann, de inspiração francesa. Com o crescimento econômico, Três Lagoas atraiu indústrias e acabou reconhecida como a Capital da Celulose.

HIDRELÉTRICA

A Usina Hidrelétrica de Jupiá (Engenheiro Souza Dias), situada sobre o Rio Paraná, na intersecção com o rio Sucuriú, no ponto chamado Jupiá, entre as cidades de Três Lagoas e Castilho (São Paulo) também foi um grande passo para o desenvolvimento da cidade.

Três Lagoas completa em junho 109 anos ‘recheados’ de desenvolvimento e oportunidades

A construção da Usina de Jupiá foi iniciada na primeira metade da década de 1960 e finalizada no ano de 1974, utilizando tecnologia inteiramente brasileira e levando vários trabalhadores para Três Lagoas, cooperando com o desenvolvimento.

PECUÁRIA

A pecuária da cidade também é de enorme relevância para o município. O setor foi fundamental para o crescimento de Três Lagoas, abrigando pecuaristas expoentes a nível Brasil, inclusive, um deles foi presidente da ABCZ, (Associação Brasileira dos Criadores de Zebu o saudoso, Orestes Prata Tibery Júnior.

A cidade expandiu ainda mais, principalmente na industrialização, o gasoduto, por exemplo, o Gasbol (Gasoduto Bolívia-Brasil), que corta Mato Grosso do Sul de Corumbá a Três Lagoas e abre ramificações para o Sudeste e o Sul do Brasil levou muitos trabalhadores e gerou empregos para quem precisava na região.

CELULOSE

Três Lagoas completa em junho 109 anos ‘recheados’ de desenvolvimento e oportunidades

Com a chegada das gigantes da celulose, a economia de Três Lagoas mudou da água para o vinho e se tornou o município que mais exporta em Mato Grosso do Sul, ficando a frente até da Capital, Campo Grande.

O salto na população também disparou nos últimos anos. Três Lagoas é uma cidade de gente hospitaleira, sempre pronta a ‘dar uma mão’ para quem chega no município em busca de novas oportunidades de emprego.

OPORTUNIDADES

A cidade se tornou uma ‘mãe’ para pessoas de todo o Brasil e até de outros países. Trabalhadores e empresários de todos os lugares se instalaram em Três Lagoas com a chegada das fábricas.

Na esteira das gigantes da celulose, muitas empresas locais mudaram de patamar e precisaram se reinventar para atender a demanda do setor. Empresários se modernizaram e qualificaram os seus colaboradores, conseguindo prosperar com o novo mundo de oportunidades que surgiu diante de seus olhos.

Três Lagoas completa em junho 109 anos ‘recheados’ de desenvolvimento e oportunidades

Em Três Lagoas, existem várias empresas que atendem fábricas de celulose em todo o Brasil. A Birigui soluções sustentáveis, por exemplo, une tecnologia com experiência, executando serviços com precisão, agilidade e excelência no segmento de limpeza e desobstrução de vias. Uma empresa familiar presente no mercado há 40 anos possui ampla estrutura e modernos equipamentos para solução dos problemas do dia a dia.

A Birigui é especializada em limpeza industrial com hidrojateameto e auto vácuo, possuindo equipamentos de médio e grande porte. Com a estrutura e expertise que a empresa possui, a Birigui atende as demandas das maiores empresas de celulose que operam no Brasil.

Assim como a Birigui, centenas de outras empresas possuem estrutura para atender a demanda das fábricas instaladas em Três Lagoas e em outras regiões do país.

Logo na construção da primeira indústria de celulose, aproximadamente 10 mil trabalhadores deixaram as suas cidades e vieram para Três Lagoas em busca de melhores condições de vida. Com o ‘boom’ na população, o município que tinha ‘cara de interior’ e vivia exclusivamente do agronegócio teve uma ‘mudança radical’ misturando culturas de várias regiões do Brasil.

EMPREGOS E QUALIFICAÇÃO

Além de oferecer vagas de emprego, as fábricas de celulose também oferecem oportunidades para os funcionários crescerem dentro da empresa. As indústrias chegam a oferecer cursos gratuitos para os trabalhares conseguirem qualificação e assim ocuparem espaços mais altos para terem melhores condições de vida.

Apesar de Três Lagoas já ter avançado economicamente, o desenvolvimento não deve parar tão cedo, já que novas indústrias de celulose estão sendo instaladas em cidades próximas, movimentando ainda mais a região.

VALE DA CELULOSE

Mato Grosso do Sul é referência quando o assunto é celulose. Com importantes fábricas em várias cidades do Estado, as empresas tornaram-se uma das maiores fontes de renda de vários municípios, principalmente da região do Bolsão, onde Três Lagoas está localizada.

Três Lagoas completa em junho 109 anos ‘recheados’ de desenvolvimento e oportunidades

Em Inocência, por exemplo, localizada a pouco mais de 100 quilômetros de Três Lagoas, em breve terá uma indústria. A Arauco, produtora chilena de celulose, pretende iniciar a construção de sua nova fábrica na cidade no início de 2025. No auge da construção, serão necessários cerca de 12 mil trabalhadores, correspondendo a um aumento de, 776% no número de vagas de empregos na cidade que possui 8.424 habitantes.

Com o investimento previsto de R$ 15 bilhões, mesmo antes do início das obras, a economia da região já começa a se movimentar. A previsão é de que a fábrica esteja concluída em 2028 e gere 2,3 mil empregos diretos e indiretos, conforme estimativa da companhia. Serão 250 operários na empresa, 300 indiretos e 1,8 mil no setor florestal.

O mesmo está acontecendo em Ribas do Rio Pardo. Uma quarta fábrica de celulose, a qual deve entrar em operação no próximo mês, está sendo construída na cidade e possui um investimento de R$ 19 bilhões.

UFN3

Três Lagoas completa em junho 109 anos ‘recheados’ de desenvolvimento e oportunidades
DCIM\101MEDIA\DJI_0041.JPG

Achou que o desenvolvimento vai parar em Três Lagoas e região?  A cidade também tem a expectativa de mais investimentos bilionários chegarem. Em breve as obras da UFN3 (Unidade de Fertilizantes Nitrogenados III) podem ser retomadas. Há pouco tempo, o presidente da Petrobras visitou a construção, paralisada em 2011, com quase 90% de conclusão.

O governador de Mato Grosso do Sul, Eduardo Riedel (PSDB), trata a retomada da unidade como prioridade em sua gestão.

PROJETO VANGUARDA 2.0

Três Lagoas completa em junho 109 anos ‘recheados’ de desenvolvimento e oportunidades

Recentemente, Três Lagoas recebeu um presente que também promete alavancar a economia local e todo o Estado. No último mês de abril, A segunda linha da Eldorado Brasil Celulose foi anunciada. O diretor do grupo J&F, Wesley Batista, disse que vai investir R$ 25 bilhões no megaempreendimento.

Logo após o anúncio, rapidamente as notícias se espalharam. Mídias nacionais e internacionais voltaram os olhos para Três Lagoas que apesar de já ser considerado, deve cravar o apelido de ‘rainha da exportação’. Com o novo empreendimento, a cidade, a qual é a primeira no ranking do Mato Grosso do Sul quando o assunto é exportação, deve seguir ‘líder isolada’ na posição.

Três Lagoas, uma cidade que modelou gente trabalhadora, hospitaleira e apaixonada pela sua terra. Parabéns, pelos seus 109 anos!

Leia também

Últimas

error: Este Conteúdo é protegido! O Perfil News reserva-se ao direito de proteger o seu conteúdo contra cópia e plágio.