15.5 C
Três Lagoas
quinta-feira, 18 de agosto, 2022
InícioNotíciasTrês LagoasBR 262: Balanço da PRF aponta redução no número de mortes, mas...

BR 262: Balanço da PRF aponta redução no número de mortes, mas número ainda preocupa

A BR no trecho que liga Três Lagoas à Campo Grande foi batizada de Rodovia da Morte, devido a grande incidência de acidentes com vítimas fatais

Por Ricardo Ojeda e Nathalia Pelzl

A BR-262 é conhecida pelos acidentes graves, que muitas das vezes resultam em mortes. Por isso e alguns trechos, principalmente que liga Três Lagoas a Ribas do Rio Pardo é conhecida como rodovia da morte.

Só para ter uma ideia, no percurso que passa em Mato Grosso do Sul foram registrados 262 acidentes, de janeiro a novembro de 2021, conforme dados da PRF (Polícia Rodoviária Federal).

Deste total, 77 foram acidentes graves, que tiveram 305 feridos e 31 mortes até o mês passado.

Na região de Três Lagoas até o município de Ribas do Rio Pardo, a rodovia é rota da celulose e de acordo com as autoridades ouvidos pelo Perfil News, esse trecho não tem previsão para receber obra de duplicação.

TRÁFEGO

Conforme explicou o chefe regional do Dnit, Milton Rocha Marinho, são três trechos até Campo Grande. O primeiro é de Três Lagoas para Água Clara, circulam pela via uma média de 3.600 veículos, enquanto de Água Clara à Ribas, totaliza uma média de 2.800 automóveis. De Ribas até Campo Grande a média diária é de aproximadamente 4 mil veículos, principalmente em decorrência da construção da fábrica de celulose que a Suzano está construindo em Ribas do Rio Pardo.  Marinho disse ainda que esses números variam dependendo a época do ano e que podem ser verificados no site do Dnit.

Desses veículos, a grande maioria é de caminhões e carretas, principalmente os treminhões que transportam eucaliptos para abastecer as fábricas de celulose instaladas em Três Lagoas, como mostra o vídeo acima.

A maioria dos acidentes que são registrados nesta rodovia, a incidência maior envolve essas carretas com carga de madeira.  

REPAROS

Atualmente a rodovia recebeu reparos nos pontos mais críticos e talvez deve ser por isso a diminuição de acidentes. Porém esse trecho já foi muito pior, como mostra essa reportagem do Perfil News publicada em abril de 2015, ocasião que uma equipe do site percorreu de Três Lagoas a Campo Grande registrando os pontos mais devastados da via, como pode ser conferido neste link. Daquela época aos tempos atuais, várias promessas de duplicação foram feitas pelas autoridades políticas, porém nenhuma concretizada, apenas medidas paliativas, até então.

Em diversas vezes que foi questionado sobre a possibilidade, o Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) pontuou que a adequação de capacidade ou duplicação, só é permitida após Estudos de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental.

Além disso, o órgão esclarece que na rodovia não houve essa viabilidade.

BALANÇO

No balanço da PRF ainda sobre os acidentes na rodovia na extensão do Estado, durante todo o ano de 2020, 280 acidentes graves foram registrados na BR, sendo 260 de janeiro a novembro.

Durante todo o ano passado, 37 mortes foram registradas, sendo apenas uma no mês de dezembro.

Ainda conforme o balanço, houve uma diminuição de 13,89% no número de mortes de 2020 até agora, isso pode ser resultado das obras de restauração da pista por meio de contrato com o Consórcio Ethos/Pavidez/Spazio.

AÇÕES PREVENTIVAS

Sobre as atuações realizadas no final de ano, a PRF realiza anualmente as Operações Natal e Ano Novo na proximidade destes feriados, e, integrado a estes períodos e ao Carnaval e o Programa Rodovida.

O Programaserá realizada no período de 10 de dezembro de 2021 a 06 de março de 2022.

Deverão ser priorizadas as ações simultâneas com demais instituições envolvidas, com foco na prevenção de acidentes, incrementando o enfrentamento à embriaguez ao volante, controle da velocidade, ultrapassagens proibidas, uso do cinto de segurança, dispositivos de retenção para crianças, uso de telefone celular e fiscalização de motocicletas.

Durante o período da operação, serão desencadeadas atividades de educação para o trânsito, com a veiculação de informações referentes a dicas de segurança de trânsito para os motoristas fiscalizados.

Fotos: Ricardo Ojeda/Arquivo

Comentários
MATÉRIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Este Conteúdo é protegido! O Perfil News reserva-se ao direito de proteger o seu conteúdo contra cópia e plágio.