Ele está preso enquanto aguarda audiência de custódia; Justiça pediu prisão preventiva

O pastor evangélico Jorge de Souza Valdez, 44 anos, que confessou ter esfaqueado a própria companheira na madrugada de ontem, 10, em Três Lagoas, já tem passagem na polícia por ameaça em contexto de violência doméstica.

O crime anterior foi registrado em 2019 e envolvia outra mulher. Segundo a Polícia Civil, o agressor foi ouvido na Delegacia de Polícia e confessou ter desferido dois golpes de faca no pescoço da companheira, após uma discussão, e de ter se auto lesionado no ombro.

Após o crime, a vítima conseguiu pedir socorro a um vizinho e o autor ao perceber a presença da testemunha, levou a vítima para o hospital. A vítima foi submetida a uma cirurgia cesariana para retirada do bebê, que nasceu vivo, mas faleceu horas após.

Foi instaurado Inquérito Policial para apuração dos crimes de feminicídio tentado e aborto consumado, sem o consentimento da gestante. A vítima de 41 anos segue em estado grave no hospital

O autor foi preso em flagrante, encaminhado à Penitenciária de Segurança Média de Três Lagoas e aguarda audiência de custódia. O Promotor de Justiça dr. Luciano Lara, pediu ao Poder Judiciário a prisão preventiva do autor.

Comentários