Segundo Secretaria de Saúde, empreiteira apresentou as medições que faltavam e recebeu R$ 1,7 milhão.

Após reportagem sobre paralisação das obras do Hospital Regional de Três Lagoas, publicada na terça-feira, 15, a assessoria de Comunicação da Secretaria de Saúde de Mato Grosso do Sul informou que, após apresentação de medições que estavam em aberto, foram feitos três repasses à Sial Engenharia, responsável pela obra do Hospital.

“Antes de ontem foi paga mais uma parcela de R$ 1,1 milhão para a Sial, além daqueles R$ 554.831,96 mil pagos no dia 15, e mais uma parcela de R$ 1.040.881,78 e outra de R$ 131.632,84 no dia 16. O montante recebido pela Sial foi de R$ 1.727.346,58”, afirmou a assessoria da SES.

Essa semana alegando não ter recebido salários, vários trabalhadores cruzaram os braços paralisando a obra. Em contato com a direção da Sial Engenharia, um dos responsáveis, Pedro Rossi, disse que o Governo do Estado não estava em dia com os devidos repasses e por conta disso não ocorreu o pagamento.

Por sua vez o secretario estadual de Saúde, Geraldo Resende disse que a informação não procedia. Segundo ele a empresa não havia apresentado as notas de medições e que, assim que fosse feito, a empresa receberia.

Hoje, 18, segundo informações do presidente do Sintiespav, Nivaldo Moreira a situação já está normalizada, com a volta dos colaboradores aos trabalho.

Comentários