Além disso, sete cidades (entre elas, Campo Grande e Dourados) passam a ocupar a faixa cinza, pior grau do Prosseguir

Depois de passar por um período de “sossego”, como uma das quatro cidades ainda na faixa amarela do programa Prosseguir, Três Lagoas deu um salto e foi direto à faixa vermelha, conforme relatou a Secretaria de Saúde em apresentação de hoje, 18.

A situação do município, agora, se equipara às outras 51 cidades na mesma faixa de risco. A recomendação para municípios com esse grau de risco é manter abertos apenas atividades essenciais e não-essenciais de baixo risco.

Além disso, sete cidades ocupam o pior grau de risco, a faixa cinza, chamado de “risco extremo”: Amambai, Aquidauana, Bela Vista, Campo Grande, Dourados, Naviraí e Sete Quedas. Nesta faixa de risco são recomendados apenas atividades essenciais e o fechamento de tudo o que não seja essencial.

Não há municípios no estado ocupando as faixas amarela e verde, as mais brandas.

Informações do boletim de hoje

Mato Grosso do Sul ultrapassou, hoje, 18, as duas mil mortes. O estado tem mais de 119 mil casos confirmados, dos quais 102.309 já se recuperaram. Mais de 640 pessoas estão internadas, das quais 309 em leitos de UTI. O Estado ultrapassou os 100% de leitos habilitados de UTI ocupados.

Comentários